Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Pandemia tem reflexo no aumento de abertura de MEI's em Criciúma

Segundo o coordenador da Casa do Empreendedor, foram 169 micro empresas abertas em junho
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 13/07/2020 - 15:59Atualizado em 13/07/2020 - 16:06
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

A pandemia do novo coronavírus vem impactando diretamente inúmeros setores econômicos de todo o país. Por conta da doença, muitos profissionais ficaram desempregados e outros buscaram meios para sair da informalidade. Em Criciúma, os impactos da Covid-19 se refletiram, também, em uma grande quantidade de aberturas de Micro Empreendimentos.

"Só no mês de junho tivemos 328 aberturas, com alvarás para novas empresas. Destes, 169 foram aberturas de microempreendedores individuais, pessoas que provavelmente por motivo maior, seja pela informalidade ou desemprego, estão começando seu próprio negócio", declarou o coordenador da Casa do Empreendedor de Criciúma, Agenor Brunel.

A Casa do Empreendedor está auxiliando na abertura de micro empresas, sem nenhum custo, para facilitar a vida de profissionais que já encaram uma situação econômica tão complexa. "Fazemos toda a abertura da empresa, pedindo desde a viabilidade dela, a constituição do CNPJ junto à Receita Federal, pedido de inscrição estadual quando for comércio ou indústria, emissão de certificado do MEI, pedido de vistoria do Corpo de Bombeiros, tudo", pontuou.

Menos empresas fechando 

Apesar das grandes dificuldades vividas pelas empresas devido a pandemia de Covid-19, Agenor ressalta que menos empresas fecharam as suas portas em Criciúma no primeiro semestre de 2020, quando comparado ao mesmo período de 2019. "No ano passado tivemos 154 baixas no primeiro semestre. Agora, com uma alta da pandemia em março e abril, um dos momentos mais críticos, tivemos o primeiro semestre com 148. Com tudo isso que aconteceu, a baixa foi ainda menor do que a do semestre passado", ressaltou.