Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Operação Hera: vereador indiciado por porte ilegal de arma de fogo

A espingarda de pressão foi alterada para uma arma de calibre 22
Por Redação Urussanga - SC, 21/12/2021 - 19:34 Atualizado em 21/12/2021 - 19:44
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Urussanga, concluiu nesta terça-feira, 21, mais um dos inquéritos da operação Hera. Neste procedimento, foi indiciado um vereador pela prática do crime de posse irregular de arma fogo em sua casa, sendo uma espingarda calibre 22 e diversas munições. A espingarda era de pressão e foi adulterada para calibre 22.

O laudo pericial do Instituto Geral de Perícias (IGP) foi anexado nesta terça-feira, sendo possível a conclusão do inquérito por parte do Delegado Márcio Neves. A pena do crime é de um a três anos. No dia, ele foi posto em liberdade depositando uma fiança de R$ 4,4 mil.

Até o momento, o vereador já foi indiciado por três crimes, sendo eles posse irregular de arma de fogo, peculato culposo e fraude processual. Há outro inquérito que apura possíveis condutas criminosas por parte do vereador.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito