Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O trabalho de arqueologia na região

O professor Juliano Bitencourt Campos da Unesc foi o convidado do programa Do Avesso
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 01/02/2020 - 13:15Atualizado em 01/02/2020 - 14:42

O programa Do Avesso iniciou com a trilha de Indiana Jones para introduzir o assunto. Fósseis, escavações e sambaquis foram somente alguns dos assuntos abordados no programa, que recebeu o coordenador do Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz (LAPIS) e Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCA) da Unesc, Juliano Bitencourt Campos, que veio conversar com Mano Dal Ponte e Pity Búrigo sobre arqueologia. 

O trabalho do arqueólogo se resume em estudar são pedras, objetos, pinturas em rochas, vestígios há séculos apagadas. “O arqueólogo sempre tenho que apresentar um projeto de pesquisa para estudar”, comenta o Campos. 

Santa Catarina conta com aproximadamente 20 locais considerados acervos de inscrições rupestres pré-históricas. Em Balneário Rincão e Jaguaruna são locais da região que tem sambaquis históricos. 

Ouça a íntegra do programa: