Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O primeiro teste nas mudanças da Jorge Lacerda

Trânsito foi mais intenso e complicado nas vias que sofreram alterações
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 13/06/2019 - 20:14Atualizado em 13/06/2019 - 20:17
Rua Nicolau Destri Napoleão, acesso ao Jardim Angélica e à Centenário, congestionada no fim da tarde / Foto: Denis Luciano / 4oito
Rua Nicolau Destri Napoleão, acesso ao Jardim Angélica e à Centenário, congestionada no fim da tarde / Foto: Denis Luciano / 4oito

O fim de tarde foi tumultado no trânsito da região dos bairros Pinheirinho, Jardim Angélica e Universitário, em Criciúma. Desde as 17h, entraram em vigor as medidas que alteraram o trânsito e criaram uma faixa exclusiva para ônibus na Rodovia Jorge Lacerda, sentido Terminal do Pinheirinho-Centro.

"Estivemos no local e percebemos que, realmente, o trânsito ficou mais congestionado que o habitual", reconheceu o gerente da Diretoria de Trânsito e Transportes (DTT), Paulo Borges.

A princípio, os amarelinhos só circulariam pela faixa nova na próxima segunda-feira, 17. Porém, a DTT resolveu adiantar para esta quinta-feira, 13, já que as obras foram concluídas em tempo, com a instalação do semáforo inteligente para a faixa exclusiva, a execução das pinturas e sinalização.

"O amarelinho realmente levou muito menos tempo, como já havíamos atestado nos testes", apontou Borges. "Mas como houve essa sobrecarga de carros nas demais vias, vamos fazer uma avaliação desse comportamento. Devemos priorizar o transporte coletivo, mas não podemos esquecer das pessoas que estão se deslocando para o trabalho, para casa e para o estudo", referiu o gerente.

Mais demora para os carros

Os condutores reclamaram. "Qualquer um que conheça o fluxo de veículos da região da Satc e Jardim Angélica já sabia que isso iria acontecer, fechando o trânsito de veículos que vão da Satc para o Rio Maina pela Jorge Lacerda até a Transportadora Minérios. Quantos veículos a mais passarão pelo Jardim Angélica em troca de um ônibus?", indagou Ricardo Martinello, um dos motoristas que passou no trecho no horário.

O próprio Borges, com uma equipe da DTT, fez logo após as 18h o deslocamento a partir da Rua Pascoal Meller, defronte à Satc, até a altura da Escola Marcos Rovaris pela Rua Nicolau Destri Napoleão. "E demoramos bastante. Estava mais congestionado que o habitual", detalhou. Quem fez o sentido Centro-Satc pela pista da Jorge Lacerda que permanece aberta aos veículos também percebeu um fluxo mais lento.

Nesta primeira rodada de testes, o amarelinho circulou a cada 15 minutos em uma das faixas, a antiga pelo acesso ao Bairro Jardim Angélica e a nova pela pista exclusiva da Jorge Lacerda. "A partir da noite desta quinta as empresas estão sinalizando os ônibus com os horários e os informativos e vamos aprimorando até que as pessoas se acostumem", arrematou.