Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

O pioneirismo na internet e as midias sociais no Avesso

Programa desta sexta-feira recebeu Cristine Barata Búrigo, Vitor Marcello e Ney Lopes
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 29/05/2020 - 16:33Atualizado em 29/05/2020 - 16:50
Fotos: Vitor Netto / 4oito
Fotos: Vitor Netto / 4oito

Quem pensa que nunca se relacionou ou nunca vai se relacionar com marketing e internet se engana, pois, eles estão cotidianamente na nossa vida. Esses foram os assuntos tratados no programa Do Avesso desta sexta-feira, 29, que teve como convidados a orientadora de negócios, Cristiane Barata Búrigo, o consultor em gestão de marca, estratégia de negócios e marketing, Vitor Marcelino, e o empresário de mídias externas, Ney Lopes. 

Os assuntos abordados foram dos mais variados, desde como chegou a internet em Criciúma, a comunicação de marketing e como é atualmente o mercado das mídias. 

A internet chegou em Criciúma em meados dos anos 90, por meio da empresa de Cristiane. “Nós trouxemos a Internet para Criciúma em 1995 e em 1997 iniciamos os projetos digitais para a cidade”, explica. Pioneira no ramo, ela foi titulada como ‘maluca’, por investir nesse ramo quando não existia ainda na cidade, desbravando o assunto.

Cris Barata, a pioneira da internet em Criciúma.

Na época ela teve que ensinar as pessoas da cidade a utilizar os computadores e a internet. “Eu dava aula, tanto para os pais como para os filhos utilizarem. Uma coisa interessante é que desde aquela época a gente já falava de segurança e muitos pais não queriam saber de internet e coisas desse estilo, mas era necessário saber e ensinar a usar, conta. 

Como Cris atuava em sua empresa no ramo da internet e da tecnologia, desde cedo os seus filhos já utilizavam a ferramenta e ela relembra um episódio das suas ‘aulas de internet’. “Um determinado momento passou nos grupos da nossa família um texto do Veríssimo sobre palavrões e minha filha compartilhou para os colegas, com uns 12 anos, e muita gente veio em cima de mim, questionando como ela tinha acesso aquilo. Então eu tinha que ensinar os filhos e os pais sobre como utilizar a internet”, explica. 

Quer saber mais como a internet chegou na cidade? Ouça aqui

Pioneiro no ramo das mídias externas na região, e até mesmo no estado, Ney Lopes atua há 42 anos no marketing. “Praticamente iniciei o processo de mídia exterior em Criciúma e fui sexta empresa no estado a trabalhar nesse ramo. Hoje continuo na mídia externa, mas estou no meio digital”, coloca. 

Ney atuou por muito tempo como colunista no jornal e hoje trabalha como colunista digital no Portal 4oito. “Eu me adaptei muito rápido. Achei que não, mas foi. Eu estou muito feliz, porque até aquele leitor que me acompanhava no jornal hoje procura na internet”, afirma. 

Atuando há 18 anos no marketing, Vitor Marcello iniciou no ramo em Porto Alegre e já trabalhou, entre outros lugares, como gerente de marketing do Criciúma Esporte Clube e Fretta Home Center. Atualmente CEO na Vita Branding, empresa de consultoria em gestão de marca e estratégia de negócios e Head de marketing e comercial na Sorteio Virtual, plataforma inovadora e única para gerenciamento de promoções e sorteios.

“Desde 95 surge essa revolução digital e ela não tem data prevista para parar. A gente começa a tentar entender as possibilidades da internet e hoje ela continua crescendo”, comenta Marcello. “Então esse desfaio do marketing nos diversos movimentos ele só se aprofunda. De maneira geral, independente do negócio ou do seguimento que se atua existe um objetivo só, que é realizar a venda, que é se comunicar com o cliente e criar relacionamento”, completa. 

Para ele, constantemente as mudanças do mundo afetam os planejamentos e o trabalho do setor. “Antigamente se fazia de maneira física e hoje digital. Nosso grande desafio de isso tudo é entender esses desafios, entender as plataformas e trabalhar elas como criadoras de conteúdos e vendas”, enfatiza Marcello.