Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O Paço Municipal também é lugar da agricultura familiar

Mais uma feira oferecendo pães, doces, frutas, legumes e embutidos será realizada nesta semana
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 08/10/2019 - 15:19Atualizado em 08/10/2019 - 15:27
Divulgação
Divulgação

Os tradicionais produtos da agricultura criciumense estarão disponíveis na entrada principal do Paço Municipal Marcos Rovaris. Com uma variedade de pães, doces, frutas, legumes, embutidos e derivados de milho, a 11ª edição Feira da Agricultura Familiar irá ocorrer nesta quinta-feira, 10, das 9h às 17h.

Nesta edição, aproximadamente 15 feirantes estarão vendendo os seus produtos. O evento já foi oficializado no calendário do município e ocorre toda segunda quinta-feira do mês. “É uma satisfação enorme a gente poder estar mostrando a agricultura de Criciúma. A Administração Municipal tem colaborado com isso e entendido que a agricultura é um fator importante. O local das vendas é apropriado e os produtos oferecidos são da melhor qualidade”, disse a gerente de Agricultura e Agronegócio de Criciúma, Maristela Oenning Borgert Bresciani.

Gestão e Custos da Agricultura Familiar

Ainda neste ano, uma grande novidade promete beneficiar os agricultores em seus negócios. O governo municipal, em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão de Santa Catarina (Epagri) e com o curso de Contabilidade da Universidade do Extremo Sul Catarinense, promove o projeto ‘Gestão e Custos da Agricultura Familiar’. A atividade tem como objetivo oportunizar acesso e capacitação aos agricultores de pequenas propriedades rurais para a utilização de instrumentos de planejamento e controle de custos.

A ação se trata de um auxílio no processo de compra, venda e contabilidade dos feirantes do Paço Municipal. Por isso, na última edição, realizada no dia 12 de setembro, uma pesquisa foi aplicada para analisar o perfil do público que prestigia a feira. Com os resultados, o sucesso do evento ficou constatado, 41,8% dos visitantes são funcionários da prefeitura e o restante de outras localidades. “Os dados de satisfação do público também foram muito importantes, o que nos motiva a cada vez mais querer ser melhor e que essa feira se estenda por mais lugares”, completa Maristela.