Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

O criador do Carrossel Caipira se foi 

Vadão surgiu como técnico no Mogi Mirim no início da década de 1990
Por Marciano Bortolin São Paulo, SP, 25/05/2020 - 18:30Atualizado em 25/05/2020 - 18:36
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Na memória do torcedor carvoeiro as lembranças de Oswaldo Alvarez, o Vadão, mais vivas é o título do Campeonato Catarinense de 2013, taça que não ficava no Estádio Heriberto Hülse desde 2005.

Mas Vadão, que morreu nesta segunda-feira, 25, em decorrência de um câncer foi multicampeão e um revolucionário no futebol. No início da década de 1990, quando ele surgiu como técnico no Mogi Mirim, ele criou o que ficou conhecido como Carrossel Caipira. Em entrevista ao Programa Som Maior Esportes, há cerca de dois anos, ele admite que a inspiração foi o Carrossel Holandês. “Eu não imaginava ser treinador, não tinha nenhum plano. Em 1990 o sistema de três zagueiros ficou meio que falido no Brasil após a Copa do Mundo. Eu fiquei de interino no Mogi Mirim, me chamaram para ser efetivado. Em 1992 quando assumi como treinador tinha em mente o Carrossel Holandês. Não tínhamos um calendário e ficamos seis meses treinando e fizemos um Campeonato Paulista brilhante”, lembrou na ocasião.

Confira também:
Comandante no último título do Tigre, Vadão morre em São Paulo

Foi neste time que surgiu Rivaldo que veio a ser e escolhido melhor jogador do mundo e campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 2002. Na época da entrevista, Vadão comandava a Seleção Brasileira Feminina, ocasião em que trabalha na preparação para a Copa América feminina. O Brasil viria a vencer todas as partidas do torneio e conquistar o sétimo título da competição em oito edições disputadas. O último trabalho de Vadão foi na Copa do Mundo Feminina do ano passado, quando o Brasil foi eliminado nas quartas de final. 

Confira a entrevista de Vadão ao Som Maior Esportes: