Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Novo rompimento em adutora da Casan. Vai faltar água (VÍDEOS)

Caso foi registrado em trecho de transição de adutora da Barragem do Rio São Bento. Conserto vai se estender até a madrugada
Denis Luciano
Por Denis Luciano Siderópolis, SC, 03/12/2018 - 16:20Atualizado em 03/12/2018 - 21:29

Apenas três dias depois do caso anterior, a Casan registrou mais um rompimento em adutora. "A mesma adutora, mas não no mesmo local", informou na Rádio Som Maior o superintendente Sul Serra da Casan, Vilmar Tadeu Bonetti.

Por volta das 14h45min foi detectada uma diminuição na vazão, o que fez a equipe de manutenção ir ao local e constatar o problema. "A tendência é que esse serviço seja mais rápido que aquele ocorrido na sexta-feira", prevê. "Vamos terminar em torno de 23h, meia noite. Mas vai haver desabastecimento novamente", anuncia.

O ponto exato do problema foi detectado pelas equipes técnicas. "A adutora do São Bento sai da barragem com diâmetro de 1 metro. Quando chega no Picadão, em Nova Veneza, se divide em duas de 600. Essa peça de transição entre a adutora de mil e as duas de 600 acabou, no fechamento do registro para consertar o vazamento que existia, rompendo da junta de vedação que junta as duas flanges, as duas peças, que fazem a transição", explica o superintendente. "Para conserto disso nós fechamos o registro da barragem e estamos aguardando o esvaziamento da adutora de quase 12 quilômetros para poder desmontar e fazer a troca da junta", detalha.

Bonetti refere que "a troca é mais viável tecnicamente quando há vazamento. Ocorreu mais uma vez e não existe uma manutenção, são tubulações enterradas, não há manutenção preventiva", diz. Nesse trecho de 1 metro de diâmetro nunca tinha havido problema. Ele estima que o problema estará corrigido até o início da madrugada, para substituição da peça danificada. "Tudo correndo bem, imaginamos que consigamos terminar até o início da madrugada. Infelizmente vai ocorrer desabastecimento", confirma.

Haverá falta de água nas próximas horas, estendendo-se pela terça-feira, nos municípios atendidos pela barragem: Criciúma, Siderópolis, Forquilhinha, Nova Veneza, Maracajá e parte de Içara. "Às 22h começa a faltar água. Nesse tempo fazemos o conserto mas voltará à normalidade amanhã. É difícil precisar (onde pode faltar água), os pontos baixos praticamente não terão falta, mas os pontos altos sim", completa Bonetti.

Ouça outros detalhes em mais uma das entrevistas do superintendente sobre o tema hoje na Rádio Som Maior.