Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Luciane Ceretta fala sobre renúncia do vice-reitor da Unesc

Com a decisão, a universidade deve seguir sem um representante no cargo.
Por Stefanie Machado Criciúma (SC), 10/05/2022 - 11:05 Atualizado em 10/05/2022 - 11:07
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

A Unesc deve permanecer sem vice-reitor até o fim do atual mandato, após a renúncia do professor Daniel Preve no fim da tarde dessa segunda-feira (9). É que o estatuto da universidade não admite uma substituição ao cargo, nem uma nova eleição, conforme comentou a reitora Luciane Ceretta em entrevista ao programa Adelor Lessa desta terça-feira (10).

Por motivos pessoais e familiares, além de uma nova oportunidade profissional, Daniel renunciou ao cargo durante a última reunião do conselho da universidade.

“Foi um processo que o professor Daniel vinha dialogando há alguns meses. Ele está mudando de cidade, onde irá exercer a advocacia, como ele mesmo pontuou. É incompatível com a função de vice-reitor. Nossas duas funções exigem dedicação exclusiva por estatuto, além de ser uma atividade intensa, de muita presença”, explicou a reitora.

Sem substituição

Segundo ela, a vaga de vice-reitor não será substituída por outra pessoa. Além disso, não existe a necessidade de uma nova eleição. Portanto, o atual mandato seguirá sem um representante no cargo de vice. Em caso de ausência da reitora para qualquer eventualidade, as pró-reitorias podem responder por esse período.

Assim, a Unesc deverá seguir com os seus projetos e mais de 14 mil alunos, atuando em diversos segmentos da sociedade. “O professor Daniel tem todo o nosso apoio nesta nova jornada. Sou muito grata pelos aprendizados que construímos juntos na caminhada. Continuamos compartilhado ideias em diferentes espaços”, conclui.

Reitora e vice-reitor foram reeleitos no ano passado

Em chapa única, Luciane Ceretta e Daniel Preve concorreram à reeleição em junho de 2021 e garantiram a permanência nos cargos de reitora e vice-reitor, respectivamente. Ao todo, a dupla recebeu 8.786 votos válidos, o que significou aproximadamente 97% da votação.

Agora, com a renúncia do professor, a reitora vai concluir o mandato sem um vice até 2025, quando deve haver uma nova eleição. Importante lembrar que aconteceu uma situação similar no mandato anterior. Na ocasião, o reitor Gildo Volpato finalizou a gestão sem um vice.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito