Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Luciane Ceretta conta tudo sobre os primeiros meses à frente da Unesc

Reitora participou Do Avesso, e revelou que passou a dormir menos de 5h por dia
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 01/02/2018 - 17:12
Reitora da Unesc, Luciane Ceretta (foto: Kelley Alves)
Reitora da Unesc, Luciane Ceretta (foto: Kelley Alves)

Formada em enfermagem pela Universidade Federal de Santa Maria (RS), a gaúcha Luciane Bisognin Ceretta foi a primeira mulher eleita reitora da Unesc, em 2017. Ela participou do Programa do Avesso, da Rádio Som Maior, falando sobre educação, futuro, e claro, os primeiros meses à frente da universidade.

Com um vasto currículo acadêmico, Luciane Ceretta recebeu 90,61% dos votos, na eleição para a reitoria da Unesc, em junho passado. Com a circulação de quase 15 mil pessoas, a reitora compara a universidade com uma cidade. Ela chega todos os dias por volta de 8h e sai às 22h, mas afirmou que responde a todos no WhatsApp.

"Eu tenho meu ritmo. Chego em casa muito tarde e durmo muito pouco, 4h30, 5h no máximo", disse. No tempo livre, procurar ler, além de assistir filmes e séries. Para aguentar a rotina corrida, ela acredita que sua família seja fundamental. É casada com Renan Ceretta, com quem tem uma filha, Vitória, de 20 anos, acadêmica de Direito.

Luciane pensa que a educação deve ser reformulada, com abertura de espaço para a tecnologia. “Precisamos mudar o sistema de ensino. Já faz algum tempo que o quadro tem uma capacidade mediana. A tecnologia está presente", afirmou.

A Unesc completa 50 anos em junho e o cronograma de comemorações será divulgado no dia 19, quando as aulas serão iniciadas. A reitora disse que é apaixonada pelo campus universitário e que o seu maior projeto é deixar a Unesc cada vez maior. “A cidade vai receber muitos presentes, que estamos construindo com parcerias. Haverá fóruns de discussão, shows e coisas bem bacanas”, contou.

A reitora acredita que o mundo precisa de pessoas dedicas e focadas em construir um futuro melhor. Embora seja da área da saúde, Luciane se disse apaixonada por todos os cursos da universidade. “Eu busco entender cada um deles. A medicina, por exemplo, precisa ter um suporte diferenciado e ele é parceiro de todos os outros”, finalizou.

Mano Dal Ponte e Pity Búrigo recebem a reitora da Unesc, Luciane Ceretta (foto: Kelley Alves)