Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Lombadas ligadas, mas sem multar

Aferição do Inmetro avança rapidamente em Criciúma. Até a conclusão, equipamentos seguem em testes
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 07/12/2018 - 08:43
Fotos: Daniel Búrigo / A Tribuna
Fotos: Daniel Búrigo / A Tribuna

Os motoristas já puderam perceber ontem, pelas ruas de Criciúma, que várias lombadas eletrônicas estão ligadas, mostrando em seu luminoso a velocidade apontada pelos veículos na medida em que eles passam pelos locais monitorados.

Um ponto onde o costume ao desacelerar foi uma constante nos últimos anos e que a praxe parece se manter é na Avenida Centenário, altura do Bairro Nossa Senhora da Salete. Tanto para quem transita no sentido de Içara, quanto para os veículos das pistas opostas, a reportagem percebeu ontem, em dez minutos de visualização, o respeito dos condutores ao limite de 50km/h. No período, apenas dois carros foram flagrados pouco acima da velocidade.

“Sim, as lombadas estão ligadas, marcando a velocidade dos carros, mas ainda não estão multando”, confirmou o diretor da Diretoria de Trânsito e Transportes (DTT) de Criciúma, Gustavo Medeiros. “Estão sendo aferidas pelo Inmetro, mas não sabemos precisar quantas faltam, já que isso cabe a eles”, observou.

Prazo indefinido

Há dificuldades momentâneas, também, de projetar quantos dias serão necessários para a liberação completa dos equipamentos à fiscalização. “Pode levar sete ou até dez dias, ou menos. Depende do Inmetro”, destacou Medeiros. “Só vai multar mesmo depois que todas estiverem aferidas. Mas já marcam a velocidade, então o motorista tem que respeitar”, destacou o diretor. “Se diz 50, não pode passar a 80 quilômetros, tem que respeitar mesmo que ainda não esteja multando”, arrematou.

Os radares estão em operação desde a zero hora de quarta-feira.