Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Lohn: a história da cervejaria nascida em Lauro Müller

Com pouco mais de cinco anos de atuação, empresa já é reconhecida mundialmente
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Lauro Müller - SC, 19/05/2020 - 14:32Atualizado em 19/05/2020 - 14:34
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Quem vai em barzinhos ou restaurantes por toda a Santa Catarina e está acostumado a beber uma cerveja Lohn, talvez não faça ideia de que a cervejaria nasceu pertinho de Criciúma: em Lauro Müller. A empresa familiar do sul catarinense vem há cinco anos produzindo novos rótulos e sendo premiada e reconhecida internacionalmente. Em entrevista ao programa 60 minutos desta terça-feira, 19, a sócio-fundadora da Lohn, Tatiani Felisbino Brighenti, contou sobre o nascimento da empresa.

A cervejaria nasceu de um hobbie do marido de Tatiani, Richard Brighenti, que fazia cervejas em casa, em uma panela de 100 litros. “A família queria empreender, tentamos em vários outros planos de negócio, mas resolvemos empreender em uma cervejaria. É apaixonante”, disse a sócio-fundadora.

O que começou como hobbie e paixão de Richard, acabou se tornando em uma grande cervejaria da região sul, que já conta com mais de 20 rótulos em linhas e cerca de 10 sazonais, abastecendo todo o estado catarinense. O investimento inicial não partiu de fora, mas sim da própria família. “Meu pai havia fundado uma empresa em 1989, mas acabamos vendendo toda a estrutura em 2013. Foi quando tivemos capital para empreender novamente”, pontuou Tatiani.

Mesmo que tenha começado relativamente pequena, com uma adega com capacidade para somente 16 mil litros, a cervejaria foi construindo o seu nome na região. “Fizemos a logomarca e rótulos tudo com muita qualidade. Tivemos agências que nos assessoraram nessa área e foi de grande importância para que nesses 5 anos nosso crescimento acontecesse rapidamente”, ressaltou.

Durante a pandemia 

Assim como a grande maioria dos empreendimentos mundo afora, a Lohn também acabou sendo impactada pela pandemia do novo coronavírus. “Fizemos um bom replanejamento para 2020. Estamos fazendo ações sociais, ajudando de alguma forma as pessoas carentes aqui da nossa região que já estão sofrendo por conta do Covid-19. Fazemos doações de chopp para bares e restaurantes parceiros de toda a SC, principalmente no litoral onde atuamos com força”, disse.

O faturamento da empresa caiu, e as cervejarias estão todas sendo afetadas por conta da pandemia. Apesar disso, Tatiani reforça a importância das empresas se manterem sempre perto de seus clientes e colaboradores neste período. “É importante que o seu cliente tenha contato com você de alguma forma, mesmo que você esteja de portas fechadas”, declarou.

Bate-Papo

Nesta terça-feira, Tatiani estará presente em um bate-papo online com a Associação de Jovens Empreendedores (AJE) de Criciúma. A conversa começa às 19h, com inscrição no próprio site da AJE.