Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

João Paulo, o melhor intérprete da primeira noite

"Criciúma, eu acredito" foi a canção interpretada pelo cantor na abertura do Uma Canção para Criciúma
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma, SC, 14/11/2019 - 15:03
Foto: Alice Lessa / 4oito
Foto: Alice Lessa / 4oito

Grandes canções e interpretações marcaram a noite desta quarta-feira, 13, em Criciúma, com as primeiras apresentações do Festival Uma Canção Para Criciúma, que contou com 12 músicas que preencheram todo o espaço do auditório Ruy Hülse, na Unesc.

Conforme o diretor cultural da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), Evandro Premoli, o primeiro dia do evento pode se resumiu em uma palavra: surpreendente. “Estamos recebendo desde ontem a noite várias mensagens de pessoas que participaram como músicos e até mesmo da platéia, encantados com o alto nível das músicas e do evento como um todo” destacou.

Confira também - Foi dada a largada no Festival Uma Canção para Criciúma

Evandro comentou também sobre a performance emocionante do vencedor da categoria de melhor intérprete da noite, João Paulo de Castro, que se apresentou com a canção “Criciúma, eu acredito”. “Acredito que os jurados tenham julgado por todos os quesitos completos e, definitivamente, acertaram ‘na tampa’. Esse intérprete realmente surpreendeu todos nós e levou toda a platéia às lágrimas”, comentou Evandro.

João Paulo afirma que não esperava ganhar como melhor intérprete da noite, devido ao alto nível dos competidores, mas que se sente extremamente grato pela premiação. “Foi muito gratificante receber esse prêmio, me senti muito honrado de trabalhar ao lado do Jesiel Freitas, compositor a música. Foi emocionante, eu dei o meu melhor e o Jesiel acompanhou todo o trabalho, sempre otimista”, concluiu o vencedor.