Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Jaime deve ser denunciado no Tribunal de Justiça Desportiva

Reunião na sede da FCF ainda não foi finalizada. Rubinho Angelotti deverá ter defesa própria
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 27/01/2020 - 16:40Atualizado em 27/01/2020 - 16:46
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

É longa a reunião na sede da Federação Catarinense de Futebol (FCF) para debater as declarações do presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra, depois da equipe carvoeira ser derrotada por 3 a 2 para o Juventus, em Jaraguá, na tarde de domingo, 26. O mandatário carvoeiro ficou indignado com a arbitragem da partida.

“A princípio o contato foi feito, o Tribunal está denunciando, é uma informação que recebemos aqui”, disse o diretor do departamento de arbitragem, Marco Martins, durante uma pequena saída da reunião. Segundo ele, o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) tomou medidas.

O presidente da FCF, Rubens Angelotti, havia falado que entraria com uma ação contra Dal Farra, por danos morais, esse assunto não entrou em pauta na reunião. “As medidas pessoais do presidente é ele quem está”, frisou Martins.

A situação vem em um momento que acontece a campanha #CHEGADEAGRESSÕES, promovida pelo Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de Santa Catarina (SINAFESC). “Deixa família, a esposa e duas filhas em casa, e eles vão para lá”, disse. “Fazem o serviço deles e tem gente que diz que estão ‘roubando’ tal time”, comentou.