Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Integrantes do projeto Tamar visitam Museu de Zoologia da Unesc

Encontro marcou a segunda visita do grupo à Universidade
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 21/10/2019 - 20:35
Divulgação
Divulgação

As iniciativas voltadas à educação no Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbelli Gaidzinki foram compartilhadas em visita do projeto Tamar (Tartaruga Marinha) na tarde desta segunda-feira, 21. A equipe, formada por 26 colaboradores de diversos setores, conheceu os núcleos do Museu na Universidade e foi apresentada aos programas voltados às escolas. “É um momento de alegria e honra falar do nosso Museu para quem trabalha em um projeto que é tão belo e significativo para todo um país. Temos muito a aprender com eles, porém, hoje foi dia de compartilhar o que sabemos”, destacou a coordenadora do Museu da Unesc, Morgana Cirimbelli Gaidzinki.

Segundo a gestora do Centro de Visitantes do Tamar em Santa Catarina, Camila Trentin Cegoni, a visita foi motivada pelas iniciativas de sucesso desenvolvidas na Unesc. “Tivemos uma boa primeira experiência na Instituição, quando fomos acolhidos pela Morgana. Desta vez trouxemos toda a equipe, da manutenção, da loja, do administrativo e outros setores para conhecer os desafios de outra Instituição, todos motivados pelos riquíssimos programas de educação ambiental desenvolvidos com carinho pela equipe aqui presente. São trabalhos que inspiram para futuras ideias”, afirmou.

Durante a apresentação, aberta ao diálogo, os visitantes conheceram a gestão do Museu e os 11 programas desenvolvidos na Unesc: Museu sem fronteiras, Museu vai à Escola, Brincando com o Dino, Programação Animal, Assembléia dos bichos, Bicho que educa, Escolha Animal, Arte Animal, Café cultural no Museu, Animais que ensinam e Ler e Conhecer para preservar.

Além das iniciativas, o Museu também desenvolve momentos pontuais, como ações no Dia do índio, Dia da árvore, Semana Nacional dos Museus, eventos esportivos a nível mundial e outras datas especiais.

O executor técnico do Tamar, Daniel Rogério, destacou a importância do aprendizado na Universidade nesta segunda-feira e, conforme ele, deseja ver mais trabalhos em conjunto. “Estamos sempre buscando capacitar nossos colegas colaboradores. A vinda à Universidade apresentou programas que são exemplos a todos. Daremos continuidade a esta parceria, estendendo o contato entre instituições e fomentando ideias para o futuro”, ressaltou.

Museu é referência nacional

Em quatro núcleos expositivos, o Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbeli Gaidzinski já recebeu mais de 400 mil pessoas ao longo de seus 15 anos. Referência em preservação da história, resgate de acontecimentos e valorização da vida, o Museu contém mostras que retratam a beleza dos mares e da fauna regional brasileira.

O trabalho desenvolvido no espaço, nos eixos de educação, preservação, pesquisa e turismo, levou o local a ser incluído, em 2007, no Roteiro Oficial de Visitação Turística do Município de Criciúma pela Fundação Cultural Municipal. Pouco tempo depois, a Instituição foi adicionada ao roteiro turístico "Encantos do Sul", organizado pela Santur (Santa Catarina Turismo).

Ao longo de seus 16 anos, o espaço também se constituiu como um local de educação. A contribuição, por meio de suas ações educativas e programas pedagógicos, fomentou o aprendizado ambiental na região. "Um número crescente de escolas inclui a participação em nossos programas educativos como uma das atividades do seu calendário anual. Ao todo, 538 escolas de 45 municípios já passaram pelos nossos espaços", destaca Morgana.

A atividade desenvolvida pela Instituição no âmbito escolar possui uma representatividade importante, sendo reconhecida nacionalmente pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) em três edições no Prêmio Darcy Ribeiro de Educação e pela Fundação Catarinense de Cultura com o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura.