Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Homem é preso por roubar TV em hotel e adulterar carro

Ele confessou que venderia a televisão por R$ 300,00
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 02/11/2019 - 23:27Atualizado em 02/11/2019 - 23:41
Foto: Divulgação / Polícia Militar
Foto: Divulgação / Polícia Militar

A Polícia Militar, por volta das 16h30, estava em patrulhamento quando recebeu um chamado de ocorrência dando conta de um furto em um hotel, em frente ao Nações Shopping, na Próspera. A PM recebeu as características do veículo e placa, tendo sido subtraída uma televisão do estabelecimento.

A viatura então iniciou rondas, quando cruzou com um veículo com as mesmas características, porém ostentava placas diferentes. Mesmo assim, foi efetuada a abordagem tendo em vista o carro estar nas proximidades do local do fato e o lapso temporal.

Feita a abordagem, nada de ilícito foi encontrado com o condutor, de 38 anos, apenas um celular, R$ 152,00 em dinheiro e documentos pessoais. Porém, em busca veicular foi encontrado uma televisão e seu controle remoto.

Questionado sobre os fatos, o mesmo acabou confessando que efetuou o furto, e que venderia o aparelho por R$ 300,00 para um homem que encontrou nas redes sociais, mantendo já até conversas no Whatsapp sobre a negociação. O suspeito alegou que, como precisava de dinheiro, viu a oportunidade realizando o furto.

Dentro do veículo foi localizado ainda uma placa que coincidia com a repassada pela vítima via 190. Questionado sobre o fato, o indivíduo informou que achou essa placa em Viamão (RS) e resolveu utilizar para tentar se livrar de uma possível abordagem. Questionada a vítima, informou que realmente quando o veículo entrou em seu estabelecimento possuía as placas JQB6E99, porém quando saiu não possuía placa na parte traseira do veículo, fato confirmado pelo autor e que inclusive logo após sair colocou a placa original novamente.

Diante dos fatos narrados, a guarnição deu voz de prisão ao homem pelos crimes de furto e adulteração de sinal identificador de veículo e efetuou sua condução até a delegacia de polícia sem a necessidade de algemas, devido a sua colaboração. O veículo foi removido por irregularidades administrativas de trânsito.
Na delegacia a vítima se fez presente e reconheceu o aparelho televisor, o veículo utilizado e o suspeito.