Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Futuro incerto para os times brasileiros

Prazo para controle da pandemia é além da capacidade financeira dos clubes
Por Guilherme Nuernberg 22/03/2020 - 13:03Atualizado em 22/03/2020 - 13:03
Foto: Alexandre Schneider/Getty Images
Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Duas informações que foram divulgadas nesta semana deixam no ar um futuro incerto para o futebol brasileiro. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que a previsão é que o número de casos de coronavírus irá diminuir apenas a partir de agosto. 

Em participação em um programa do SporTV, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, afirmou que os clubes que tem uma boa parte financeira, aguentam três meses sem jogos. Mas também há clubes que não suportam 30 dias.

De acordo com o comentarista do Timaço, João Nassif, o cenário criado pelo avanço do coronavírus é problemático para o futebol no Brasil. “O presidente do Bahia foi claro, didático e objetivo. Esta previsão é sombria, pois o próprio ministro afirmou que somente a partir de agosto é que a pandemia ficará estabilizada e numa expectativa otimista estará controlada em setembro”,  diz Nassif. “O futebol brasileiro não terá este tempo para sobreviver”, emendou o comentarista.

Também está na projeção do presidente do clube baiano o modelo de receita de cada clube. Este prazo será possível se a TV mantiver os contratos, que os campeonatos não sejam cancelados, se não houver evasão de sócios e patrocinadores.