Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Finalmente, Siderópolis com asfalto até a Barragem

Prefeito planeja inaugurar, até o fim de outubro, a conclusão das obras que, com quase 15 anos de atraso, vão ligar a cidade com a sua principal atração turística
Denis Luciano
Por Denis Luciano Siderópolis, SC, 11/09/2020 - 15:29Atualizado em 11/09/2020 - 15:30
Divulgação
Divulgação

Muita gente pensa que a Barragem do Rio São Bento pertence a Nova Veneza. Por uma razão compreensível: é por Nova Veneza que se chega à Barragem por asfalto. De Siderópolis, a verdadeira cidade-sede do empreendimento que a Casan ergueu para garantir o abastecimento de água para a região, o caminho é de terra, poeira e buracos. Ou melhor, era. A cidade está na contagem regressiva para inaugurar oficialmente a ligação asfáltica de 15 quilômetros entre a sede e a grande estrutura. "Que sempre pertenceu a Siderópolis, e precisamos explorá-la como um grande aparelho turístico que é", bate sempre o prefeito Hélio Cesa, o Alemão.

Trata-se do pagamento de uma dívida histórica da Casan para com Siderópolis, já que o compromisso de colocar asfalto no trecho vem dos tempos da construção da Barragem, há quase duas décadas. "Devemos ter, até fim de outubro, a inauguração da maior obra rodoviária que nós temos em Siderópolis", anuncia, satisfeito.

Encontro da Rua Paulino Cizeski, no acesso à Barragem, com a SID-159.
Nesse ponto, à direita, se vai para Nova Veneza. À esquerda, rumo a Siderópolis

Uma luta de anos

A luta pelo asfalto no caminho entre Siderópolis e a Barragem é antiga. Vem dos tempos da inauguração. A Barragem, depois de quase cinco anos de obras, entrou em operação em 22 de junho de 2006, há 14 anos. Resolveu problemas crônicos de abastecimento para centenas de milhares de habitantes da região. Para tanto, alagou parte considerável da comunidade de São Pedro, que localizava-se em uma baixada entre os morros dos limites de Siderópolis com Nova Veneza.

"Essa obra (a estrada) é um sonho de Siderópolis. A gente ter essa ligação turística com a Barragem, com a região bonita do Costão da Serra, vai trazer um desenvolvimento grande para toda a região. A comunidade local vai participar da distribuição da riqueza que o turismo vai gerar", avalia o prefeito.

Estado liberou recursos

O asfalto começou a chegar nos primeiros cinco quilômetros ainda com o ex-prefeito Douglas Warmling, em 2010. A execução vem sendo feita em parceria entre a prefeitura e a Casan, que arcou com boa parte do custo como contrapartida à concessão do espaço para a construção da Barragem. E a obra ganhou impulso nos últimos anos, até alcançar a conclusão, que está em vias de acontecer. Em julho passado, o Estado liberou os últimos R$ 5,3 milhões para a conclusão dos trabalhos de pavimentação da SID-159, a rodovia municipal que faz a ligação com a Barragem. 

"Tivemos um trecho entregue, que vamos inaugurar no próximo mês, até o Jordão Alto, que a empresa JR ganhou a licitação, executou e já entregou", comemora o prefeito Alemão. São 3,7 quilômetros da SID-159 que passam pela Cachoeira do Bianchini até os arredores do Restaurante Somariva, em Rio Jordão Alto.

Pontos em obras

Ainda há obras em andamento na etapa final da estrada. "O trecho da Confer, do Jorão Alto até a Barragem, a Confer deve nos entregar até o fim de outubro, faltam 1,2 mil toneladas de asfalto para colocar. Todas as obras de arte, canaletas, pinturas, sinalização e também os guard-rails que serão colocados a partir da próxima semana", detalha. "Sendo bem pessimista, eu acredito que até final de outubro já devemos estar com essa obra entregue", completa.

Além dos 15 quilômetros que fazem a ligação entre a cidade e a Barragem, há uma extensão de 1,2 quilômetro que faz a ligação da SID-159 com o mirante de observação. "Esse mirante, em uma das margens da Barragem, é um espaço especial de observação que as pessoas já aproveitam para contemplar a natureza", lembra Alemão. Há uma parte da estrada, entre Jordão Alto e São Pedro, que tem asfalto em uma pista. Na outra, está na base, faltando a camada final, o que será executado em breve. 

Um dos trechos onde a obra ainda está por ser concluída

Boas novas no caminho

Para quem vai de Nova Veneza para a Barragem, há pelo menos duas novidades bem visíveis. A sinalização foi qualificada, com um pórtico demarcando o limite dos municípios, e a Rua Paulino Cizeski, aos fundos do Restaurante Ghellere, que liga a SID-159 com a Barragem, ganhou asfalto e já está liberada.

Para quem vai de Nova Veneza, o limite com Siderópolis está bem sinalizado

Trata-se de um trecho de 1,1 quilômetro que era bastante acidentado, com pedregulhos e buracos, e por ele se passa sobre a estreita ponte localizada diante da Barragem, no ponto onde há a vazão do Rio São Bento que segue seu curso em direção a Nova Veneza.

Ouça a entrevista do prefeito Hélio Cesa sobre a obra no programa Ponto Final, na Rádio Som Maior: