Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Fim da falta de água em Içara? Casan estuda captação do Rio Urussanga

Especialistas farão estudo de viabilidade técnica na água do rio
Por Giovana Bordignon Içara, SC, 09/02/2024 - 16:43 Atualizado em 09/02/2024 - 17:04
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

A solução para a falta de água constante em Içara pode ter sido encontrada. A Casan fará uma análise do Rio Urussanga, que cruza dois bairros do município, para estudar a possibilidade de tratamento e captação do córrego. A sugestão é uma proposta do vereador Rodrigo Gonçalves (PP), que foi aprovada pela Câmara na última segunda-feira (5).

“Içara vem enfrentando há bastante tempo a falta de água. Não pela Casan, que faz um bom trabalho, mas Içara não tem a sua própria água. Eu conversei com algumas pessoas da Fundai [Fundação Municipal do Meio Ambiente de Içara] e nós temos o Rio Urussanga, que é grande e corta a cidade, passando nos bairros Esplanada e Rio Acima”, frisou o vereador.

Hoje, a cidade não tem fonte própria de água, dependendo da barragem do Rio São Bento e de Balneário Rincão para o abastecimento dos içarenses. Não é recente que os moradores enfrentam o problema praticamente todos os dias. O fornecimento direto do Rio Urussanga, ampliaria o fornecimento.

Na próxima quinta-feira (15), uma equipe da Casan, acompanhada da Fundai, fará três coletas – em pontos diferentes do rio – para realizar o estudo de viabilidade técnica. O exame visa checar se há possibilidade de tratamento da água para consumo.

“Um gerente sanitarista disse que, possivelmente, essa água pode ser aproveitada, porque o Rio Urussanga não é urbanizado, é uma vegetação constante. A gente está torcendo para dar certo e que eles possam ter acesso à água e tratar. Se o custo for viável para tratar essa água, é feita então uma estação de tratamento e colocada essa água em distribuição na cidade”, explicou Gonçalves.

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito