Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Filipe Colombo revela o sucesso do PPR da Anjo Tintas

Empresário e CEO da Anjo participou do evento da AJE nesta quarta-feira
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 03/07/2019 - 21:06Atualizado em 03/07/2019 - 22:26
Divulgação
Divulgação

A Associação de Jovens Empreendedores de Criciúma (AJE) recebeu na noite desta terça-feira, 2, o empresário Filipe Colombo, CEO da Anjo Tintas, na sede da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), para um bate-papo sobre o Programa de Participação de Resultados (PPR), uma das principais ferramentas de gestão da empresa.

O programa foi uma das principais ações da empresa há alguns anos para restabelecer a saúde financeira do negócio. A Anjo Tintas possui quase 400 colaboradores e um faturamento previsto para este ano de R$ 589 milhões.

Colombo, que assumiu a gestão da organização há seis anos, em um processo de sucessão familiar, conta que a implantação do programa criou a cultura do "olho do dono". "No programa de participação nos resultados, os empregados têm um envolvimento maior no processo de produção, já que a expressão "resultados" está relacionada às metas da empresa. Todos os colaboradores se sentem pertencentes de todo o processo e do sucesso da empresa, todos se sentem como donos também", explica Colombo.

De acordo com ele, o programa é uma ferramenta viva na empresa sofrendo ajustes diários. "Logo que iniciamos tivemos casos de produtos que foram enviados incorretamente porque os funcionários estavam trabalhando no período da noite com as luzes apagadas para diminuir os custos da empresa com a energia elétrica", exemplifica.  

Ainda conforme o empresário, com este tipo de ferramenta todos precisam ter como objetivo a diminuição nos custos, o aumento das vendas, uma maior produtividade e a redução da inadimplência, dentre outros fatores. Enquanto o lucro será apenas um número no fim do mês, os resultados são mais visíveis e palpáveis ao conjunto da organização.

"Com o PPR da Anjo, obtivemos um avanço substancial nos resultados, tanto no curto prazo quanto a médio e longo prazos, sem que a empresa dependesse da genialidade de uma ou duas pessoas", destaca.

O presidente da AJE, Edio Castanhel Filho, comemora o sucesso do evento. "O público lotou o auditório Jorge Zanatta para escutar as experiências do Filipe e esse é justamente o nosso propósito com este bate papo. Estimular a participação dos jovens para escutarem cases e se inspirarem", ressalta.

O fundador da Anjo Tintas, Beto Colombo em 1986, pai de Filipe, também escreveu o livro "PPR na prática: a arte de distribuir para crescer", baseado no case da empresa.