Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“Fatos políticos de 2014 deixaram a situação do PP delicada”, diz Amin

Partido realiza na próxima segunda-feira (21) convenção estadual para definição da nova executiva
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 14/08/2017 - 09:58Atualizado em 14/08/2017 - 10:01

Na próxima segunda-feira (21), acontece uma Convenção Estadual do Partido Progressista (PP-SC) quando será definida a nova diretoria executiva do partido e a montagem do quadro para as eleições de 2018.

“É importante no nosso partido essa discussão sobre a democracia interna. Sou candidato a reeleição, me coloquei em função do desenvolvimento. Sou candidato para cumprir o propósito de 2015 de conduzir o partido. Os fatos políticos que aconteceram em 2014 deixaram a situação do partido delicada”, contou o deputado federal Esperidião Amin (PP).

Sobre 2014

Na convenção que aconteceu no dia 30 de julho de 2014, o PP-SC decidiu apoiar a candidatura à governador de Paulo Bauer e à vice-governador de Joares Ponticelli.  “Eu nunca coloquei fé nessa possibilidade, mas o partido assim se encaminhou”, disse Amin.

Para 2018

De acordo com Amin, a possibilidade de sua candidatura para as próximas eleições não foi descartada, mas também não está sendo debatida. “Não estou trabalhando para isso, pode ser ou não. Não sabemos como será o desenvolvimento dos fatos no fim do ano”, explicou.

O deputado disse ainda que o partido não tem restrições em apoiar candidatos de outros partidos e tem preferência pelo PSB.

“Nós aplaudimos Merisio por ser candidato a vereador e não teremos dificuldades em apoiar sua candidatura. Queremos participar de um projeto vitorioso. Queremos a posição do nosso partido preservada”, revelou Amin.