Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Família de Delfim Peixoto cobra R$ 20 milhões da FCF

Ex-presidente da Federação morreu em 2016, no voo da Chapecoense
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 14/01/2019 - 07:50Atualizado em 14/01/2019 - 07:53
Delfim Peixoto, ex-presidente da FCF
Delfim Peixoto, ex-presidente da FCF

A família do ex-presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Delfim Peixoto, pretende cobrar R$ 20 milhões na Justiça do Trabalho. Pedem uma indenização após a morte, na queda do voo da Chapecoense, entendendo ter algum direito por ser funcionário da entidade. Em entrevista ao Programa Adelor Lessa, o presidente da FCF, Rubinho Angelotti comentou o caso.

“Não tem como a federação pagar uma despesa dessas. Eles falaram que entrariam na Justiça. Só recebemos uma intimação extraoficial, dizendo que pedem danos morais, horas-extras e outras coisas, num montante de R$ 20 milhões. Eu já comuniquei à CBF sobre o fato e vamos aguardar para nos defender”, afirmou o mandatário.

De acordo com Rubinho, a entidade ainda não foi comunicada pela Justiça de maneira oficial. “Eu acho que ele sendo presidente não tem direitos, assim como eu”, disse. “Tiveram uma conversa comigo, alegando que queriam receber algo pela morte do Delfim, como um salário. Nós entendemos que não, conversamos com o jurídico e agora para a surpresa vai vir essa ação”, contou.

Campeonato Catarinense

Começa na quarta-feira (16) a edição 2019 do campeonato Catarinense, com a partida entre Brusque e Joinville. “Tá tudo pronto, hoje daremos o início oficial ao campeonato. Na quarta-feira os primeiros jogos e segue em frente, tá tudo em ordem, o FC Play pronto para transmitir os jogos e a NSC TV transmite um por rodada”, destacou.