Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Extensão da Via Rápida: licitação deve ser lançada em agosto

O projeto, elaborado pelo Iparque da Unesc, prevê cerca de nove quilômetros, em pistas duplas, com cinco viadutos e uma ponte no trajeto
Por Giovana Bordignon Balneário Rincão, SC, 06/05/2022 - 18:44 Atualizado em 06/05/2022 - 19:40
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O projeto técnico para a extensão da Via Rápida em direção ao Balneário Rincão foi licitado nesta sexta-feira (6), recebendo R$ 684 mil em repasse de recursos. O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, esteve em Balneário Rincão durante a manhã para assinar este e outros convênios de demandas para a região. Em entrevista ao programa Adelor Lessa desta sexta, na Rádio Som Maior, o secretário de Infraestrutura do Estado, Thiago Vieira, e a reitora da Unesc, Luciane Ceretta, atualizaram a situação do projeto.

“Já foi concluído no final do ano passado, já foi entregue, inclusive já recebeu o primeiro parecer do Deinfra. E agora receberemos o repasse para os valores que compuseram esse projeto. São 9 quilômetros da intersecção da BR-101 até o Rincão, são cinco obras de arte que nós temos aí, que são todas elas elevadas, e então estamos felizes em receber o governador com esses recursos”, celebrou a reitora.

Planejamento

O projeto, elaborado pelo Iparque da Unesc, prevê cerca de nove quilômetros, em pistas duplas, com cinco viadutos e uma ponte no trajeto, além de iluminação de todo o trecho. O traçado leva em consideração as características topográficas, condições geotécnicas e fundiárias, além do melhor eixo de desenvolvimento regional.

Desde 2019 vem sendo discutida a extensão da Via Rápida. “Recebemos o projeto e agora faremos toda a parte de análise técnica desse projeto. Qual a nossa pretensão dentro do nosso planejamento? Que a gente consiga até agosto lançar o edital de licitação da obra, que deve iniciar em 2022”, afirmou Thiago. O objetivo é deixar o trânsito mais fluido, duplicando a rodovia e implantando cinco viadutos no trecho.

A proposta é iniciar no final da Via Rápida, na BR-101, com uma alça no sentido Sul, ficando a cerca de 600 metros da via atual (Acesso Sul) e seguindo em paralelo a esse trecho. O investimento previsto é de R$ 135 milhões, em um prazo de execução de três anos.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito