Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Estudantes da Satc cuidam da elétrica de escola municipal

Segunda escola contemplada com iniciativa que reúne curso técnico e de graduação
Por Redação Criciúma, SC, 06/04/2019 - 19:49Atualizado em 06/04/2019 - 22:54
Divulgação
Divulgação

Pelo segundo ano consecutivo a Satc melhora a qualidade da infraestrutura em escolas públicas de Criciúma. A iniciativa, que conta com o aval da Prefeitura Municipal de Criciúma, consiste na produção do projeto elétrico e na reforma da parte elétrica de escolas. Desta vez, a beneficiada é a Linus João Rech, no bairro Paraíso.

Na última sexta-feira (5), munidos de chaves, escadas e fios, os alunos do curso técnico em Eletrotécnica e do superior em Engenharia Elétrica da Satc, iniciaram os trabalhos. A primeira escola contemplada em 2018 foi a Santa Rita de Cássia, do bairro Milanese. No ano passado, a turma realizou os trabalhos durante a disciplina de Instalações Elétricas. Agora, em 2019, a atuação é voluntária. “É interessante aplicarmos os conhecimentos de forma prática. Dentro da escola não lidavam com as adversidades, agora conseguimos ver o problema e a diferença que trazemos para a sociedade”, comentou o aluno de Eletrotécnica Lucas Urbano, de 16 anos.

A parceria entre a Satc e a Prefeitura começou em 2016, com a elaboração dos primeiros laudos e projetos de escolas municipais. “A aplicação do conhecimento adquirido é transformada em prática, promovendo a integração social entre as partes públicas e privadas. É um trabalho cooperativo para o bem-estar da sociedade”, destacou a professora da Engenharia Elétrica Franciele Ronchi.

Ganham estudantes da Satc que aprendem na prática os conteúdos e ganham estudantes das escolas beneficiadas com o projeto. Com as melhorias, as escolas também poderão ter novos equipamentos instalados. “É um sonho realizado ter a parte elétrica reestruturada. No calor sofremos muito, pois cada sala tem apenas dois ventiladores”, explicou o diretor da Linus, Jefferson Rosado Teixeira.