Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Especialista aponta caminhos de um investimento seguro

Em entrevista ao 60 Minutos, Henrique Baggenstoss adianta que o importante é saber como aplicar o dinheiro
Gregório Silveira
Por Gregório Silveira Criciúma, SC, 29/10/2020 - 15:27Atualizado em 29/10/2020 - 15:33
Fotos: Luana Mazzuchello / 4oito
Fotos: Luana Mazzuchello / 4oito

"Você precisa aplicar seu dinheiro na poupança para ter a estabilidade financeira que busca." Há cerca de cinco anos a frase vinda dos pais, tios, avós, ou até mesmo de um amigo mais experiente fazia todo o sentido. 

Em 2015 os juros ficavam na casa dos 14% ao ano. Significava que para dobrar o capital investido seriam necessários cinco anos sem fazer esforço. Hoje a realidade é bem diferente já que poupança rende apenas 2% anualmente. Sendo assim para dobrar o capital investido seriam necessários 35 anos.

Com a queda acentuada muitos brasileiros começaram a se perguntar: onde devo investir meu dinheiro? A temida bolsa de valores com seus pregões presenciais e uma linguagem dura de entender, aos poucos foi ficando mais próxima do investidor comum. Atualmente, com a tecnologia, é possível investir de forma mais fácil e de qualquer lugar do mundo com apenas alguns cliques. Porém a praticidade nunca foi sinônimo de retorno garantido. Para garantir que a aposta do momento não se torne uma dor de cabeça o fundamental é procurar quem sabe investir. "Gosto de fazer uma analogia com a saúde. Se você está com problemas no joelho não vai procurar um médico generalista e sim um especialista em joelho. O mesmo deve acontecer quando você investe seu dinheiro", afirmou em entrevista ao programa 60 Minutos da Rádio Som maior, Henrique Baggenstoss, especialista em investimentos. 

Henrique que é sócio da Manchester Investimentos foi atraído pelo mundo do mercado financeiro ainda muito jovem. "Quando eu tinha 15 anos meu pai vendeu um jet ski e deu R$ 1 mil para mim. Ele me deu a opção de fazer o que quisesse com esse dinheiro e eu resolvi investir. Foi nessa época que li o primeiro livro a respeito e com 16 anos abri minha primeira conta no mundo do investimento." 

Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Santa Catarina, as exatas fizeram ele seguir por outro rumo. "Não me via na engenharia. Sempre me atraiu muito o mundo do mercado financeiro e fui me apaixonando e estudando cada dia mais", adianta Henrique.

Com mais de 12 anos no mercado de capitais Henrique contou ao jornalista Arthur Lessa quais os cuidados para não perder de forma rápida o dinheiro conquistado com o trabalho duro. "Muitas pessoas são atraídas pelo ganho fácil e não é assim que acontece. Na Manchester nossos clientes são orientados e acompanhados de perto. Trabalhamos com um grupo seleto de clientes pois assim podemos conhecer bem e ajudar a ganhar dinheiro. Entrei no mundo dos investimentos quando percebi que deveria auxiliar as pessoas a ganhar dinheiro de forma segura."

Manchester 

Hoje a Manchester, com mais de 50 anos de história, trabalha com cerca de 5 mil clientes. A empresa especializada no mercado de investimentos tem como um dos diferencias a gestão do patrimônio pessoal e familiar, para clientes alta renda e private
Através de uma única conta, oferece acesso aos produtos das maiores instituições do Brasil e do mundo, trazendo ferramentas comparativas para escolhas mais assertivas no processo de seleção de aplicações financeiras. 

"Investir na bolsa é muito comum no exterior. Nos EUA por exemplo 70% da pouplação investe na bolsa de valores. No Brasil esse número é ainda pequeno, menos de 2%, mas vem crescendo. Por isso buscar um especialista é o caminho certo para garantir retorno evitando surpresas. Não existe ganho fácil", alerta Henrique Baggenstoss

Confira a entrevista com Henrique Baggenstoss na íntegra no podcast: