Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

"Empresários estão vendendo o almoço para comprar a janta", afirma Jorginho Mello

Senador destaca a importância dos empréstimos Pronampe fase dois destinados a Microempresas e Empresas de Pequeno Porte
Gregório Silveira
Por Gregório Silveira Brasília, DF, 28/08/2020 - 15:05Atualizado em 28/08/2020 - 15:06
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Começa na próxima terça-feira, 01, a segunda fase do Pronampe (Programa Nacional de Apoio as Microempresas e Empresas de Pequeno Porte). Em entrevista ao 60 Minutos, da rádio Som Maior, o senador federal, Jorginho Mello, autor do programa, falou da segunda etapa, que vai liberar R$ 14 Bilhões.

"É uma luta diária. Para não fechar as portas os empresários estão vendendo o almoço para comprar a janta. Esse recurso vai dar novo fôlego, mas vamos buscar mais. Estamos procurando outros fundos, que não irão usar todo o recurso disponível até o final do ano para dar continuidade ao programa", adiantou Jorginho Mello.

O político catarinense também explicou o teto de valor de empréstimo por operação. "O governo federal queria emprestar por empresa R$ 87 mil, mas eu negociei e agora esse valor subiu para R$ 100 mil", comemorou Jorginho.

O senador informou ainda que a partir da terça-feira, 01,  os bancos e cooperativas de créditos já estarão prontos para realizar os empréstimos pelo Pronampe 2. "Se alguma coisa deu certo nessa pandemia foi a ajuda de custo de R$ 600 e o Pronampe", encerrou Jorginho.  
  
Na primeira fase do Pronampe, 211 mil empresas obtiveram empréstimos.