Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“Ele representa o que há de mais velho na política de SC", diz Mariani sobre Amin

Após desistência de Moreira, deputado federal é oficialmente o pré-candidato ao governo de SC do MDB
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 19/06/2018 - 08:06Atualizado em 19/06/2018 - 08:13
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

O atual governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, não será mais candidato a reeleição. O anuncio foi feito ontem durante reunião da executiva estadual do MDB. Desta forma, o candidato do partido será o deputado federal Mauro Mariani. Ontem Mariani concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Adelor Lessa e contou como a decisão foi tomada.

“A base foi uma: uma decisão pessoal do Eduardo com muita responsabilidade, entendendo o momento difícil que Santa Catarina vive. Ele decidiu se dedicar ao governo. Era praticamente impossível conciliar a agenda de governador com a de candidato. Foi uma conversa de dez minutos e isso me surpreendeu e surpreendeu a todos. Foi uma conversa tranquila e serena”, revelou.

Segundo ele a reunião do partido seria apenas para definir um pré-candidato ao Governo do Estado. “A reunião era para discutir esse encaminhamento, mas quando o Eduardo declina de ser candidato, não houve necessidade de discussão. A reunião seria para isso”, contou.

Mariani disse ter conhecimento sobre o momento difícil pelo qual o Estado de SC passa e que é preciso enfrentá-lo com tranquilidade, responsabilidade e consciência. Falou ainda que o MDB precisa buscar parceiros para essa eleição.

“Precisamos buscar apoio. Vamos discutir isso de agora até a convenção. Uma coisa de cada vez, vamos primeiro acertar este momento e depois iniciar conversas. Temos que buscar possibilidade novas e diferentes para Santa Catarina neste momento para enfrentar os desafios que não são poucos”, afirmou.

Ele destacou ainda os partidos o MBD não pretende firmar alianças: “o Partido Progressista, o Partido dos Trabalhadores e, agora, o PSD que se afastou da gente. A gente não se afastou deles, eles que se afastaram. Vamos retomar conversas com PSDB, com o DEM e com outros”, esclareceu.

Já sobre Pinho Moreira, Mariani afirmou que ele terá participação de 100% em sua campanha. “Até porque ele vai ser o grande condutor deste processo. Essa foi a condição estabelecida por nós”, disse.

O pré-candidato do MDB esclareceu que assumirá todos os compromissos que Pinho Moreira firmou com o Sul do Estado. “Vamos trabalhar para vencer os desafios que estão no Sul. É preciso de ajuda do Governo para favorecer o desenvolvimento. Penso que se o Estado criar condições favoráveis, é importante. É a partir daí que nós vamos desenvolver as regiões. Penso que o Sul do Estado está preparado”, afirmou.

Sobre enfrentar Esperidião Amin, pré-candidato do Partido Progressista, principal adversário do MDB, Mariani esclareceu. “Ele representa o que há de mais velho na política de Santa Catarina. Teria muito prazer em enfrentá-lo”.