Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Delivery, a saída dos comerciantes impactados pelas obras do binário

Lojistas da Avenida Santos Dumont se unem na busca por incentivar consumidores a comprarem através da tele entrega
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 02/03/2021 - 15:20Atualizado em 02/03/2021 - 17:02
Comerciantes enfrentam problemas devido às obras do Binário da Avenida Santos Dumont. Foto: Divulgação
Comerciantes enfrentam problemas devido às obras do Binário da Avenida Santos Dumont. Foto: Divulgação

Muitos empreendedores lutam para vencer a pandemia e manter os seus negócios funcionando. Mas para os empresários da Avenida Santos Dumont, no bairro São Luiz, em Criciúma, soma-se outro problema à já difícil situação do novo coronavírus: as obras do binário que, apesar da previsão de futuros benefícios, causam prejuízos aos comerciantes atualmente. 

Na busca por driblar estes problemas e diminuir o impacto no caixa, que já são muitos, comerciantes do local iniciaram uma campanha para incentivar as pessoas a utilizarem o modo delivery. A ideia foi de Talita Anjos, da Tramontin Agroshop, mas que foi logo adotada por muitos outros. “Todo o movimento e união começou nessa segunda-feira por iniciativa minha, porém logo após, outros comerciantes falaram que também estavam pensando em algo para unir os comerciantes e lojistas e, assim, gerar algo que pudesse nos ajudar neste momento”, comenta. 

Desde o começo das obras na avenida, Talita e o marido, Ricardo Oliveira, viram o movimento cair dia a dia. “Primeiramente o desvio do trânsito, que automaticamente impossibilitou o cliente de chegar nas lojas, fazendo que caíssem as vendas presenciais em torno de 50%. A pandemia, em um quadro geral, tem nos afetado, mas já estávamos adaptados com essa situação. O problema maior mesmo tem sido as obras na Avenida Santos Dumont”, fala.

Nessa segunda-feira, 1º, Talita postou no perfil do instagram da Tramontin Agroshop uma foto com apelo para que os consumidores utilizem a tele entrega do comércio instalado ao longo da via. Em algumas horas, a imagem , com textos como "Ajude o Comércio da Avenida Santos Dumont", já havia sido compartilhada dezenas de vezes.

Foto e apelo postados por Talita nessa segunda-feira

O sistema binário compreende a construção de um elevado e uma trincheira, a duplicação de avenidas, a reconstrução de galerias pluviais, de rede de drenagem e de pavimentação asfáltica, além de melhorias em calçadas e projetos de acessibilidade. Com investimento de mais de R$ 32 milhões, através de operação de crédito externo firmada junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), a entrega da primeira etapa está prevista para o ano que vem.

Levando os produtos aos clientes

Com o cliente não conseguindo chegar às lojas, a saída foi levar os produtos até eles, conta Talita. “A nossa alternativa foi nos adaptar ao delivery, tentando incentivar nossos clientes e a população criciumense a nos ajudar nesse momento difícil, para que não venhamos a fechar as nossas portas. Sabemos que este momento difícil que estamos passando é um mal necessário e temos muito a ganhar com estas obras futuramente. Mas, nós pequenos comerciantes, sabemos que se não tiver um plano para ajudar a recuperar o comércio, teremos que fechar as portas,  assim como alguns já fecharam, infelizmente”, lamenta.

Adaptação ao momento

Antes disso, conta a comerciante, ela e o marido não trabalhavam com delivery, mas tiveram que se adaptar à atual situação. “Estamos tentando nos focar no delivery levando nossos produtos até os clientes. Acreditamos que os nossos parceiros comerciantes da Avenida Santos Dumont estão focados em resolver os seus problemas nas vendas assim como nós, cada um dentro do seu seguimento”, conclui.