Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Decreto da Amrec: prefeitos flexibilizam horários dos estabelecimentos

Mudanças alteram os horários de funcionamento de supermercados, restaurantes, bares e academias
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 30/07/2020 - 13:01Atualizado em 30/07/2020 - 13:31
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Uma reunião extraordinária envolvendo alguns prefeitos e o colegiado da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) ocorreu na manhã desta quinta-feira, 30. Na reunião, foram acordadas mudanças nos horários de funcionamento de alguns setores, como supermercados, restaurantes,  bares e academias. Esse modelo deve ser adotado pelos prefeitos da cidades a partir de hoje - quinta-feira. Vale ressaltar que o modelo é organizada pelo colegiado da Amrec, contudo cada prefeito deve baixar o seu próprio decreto, seguindo as orientações. 

As mudanças são:

- Supermercados: funcionarão nas segundas-feiras das 12h às 21h. De terça-feira à sábado das 6h às 21h. Aos domingos ele permanecerá fechado;

- Restaurantes e similares, como lanchonetes e padarias: de segunda-feira à sábado das 6h às 21h. Aos domingos ele permanecerá fechado;

- Bares: de segunda à sexta-feira das 6h às 21h. Sábado e domingo estarão fechados;

- Academias funcionarão de segunda-feira a sexta-feira das 6h às 21h. Sábado e domingo estarão fechados;

Para o diretor executivo da Amrec, Giovanni Dagostin Marchi, as mudanças vieram em face a solicitação de alguns segmentos. "É bem provável que deste formato os prefeitos sigam as novas medidas. O estado pede para que as medidas sejam realizadas de forma regionalizada, pois não faz sentido um município assumir e outro não", explicou à reportagem do Portal 4oito. 

Dos 12 prefeitos dos municípios da Amrec, três não participaram. Os prefeitos de Treviso e Orleans deram justificativa, já o prefeito de Criciúma não apresentou motivos. 

Criciúma não vai aderir as medidas do novo decreto da Amrec

Urussanga acompanha Criciúma e não seguirá decreto da Amrec

 

Tags: coronavírus