Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

David Coimbra e as inspirações para o premiado livro “Hoje Eu Venci o Câncer”

Jornalista com passagem por Criciúma agora olha para o passado de outra forma
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 26/04/2019 - 09:50Atualizado em 26/04/2019 - 09:51
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

O livro “Hoje Eu Venci o Câncer”, do autor David Coimbra, foi premiado esta semana no 25º Prêmio Açorianos de Literatura de 2018. A obra foi produzida no início do ano passado, tratando da luta que o jornalista travou contra a doença. Ele concedeu entrevista ao Programa Adelor Lessa e explicou as motivações que levaram a escrever a obra.

“Quando eu tava, entre aspas desenganado, meu filho era pequeno na época, eu fiquei pensando que ele não ia conhecer o pai, então a minha ideia foi escrever para ele. Depois eu troquei um pouco a forma de como seria apresentado o livro”, revelou. David Coimbra descobriu a doença após sentir dores no peito, embora o câncer fosse nos rins.

Esse foi o seu 20º livro publicado. Quando descobriu a doença, ficou em estado de choque, antes demorou para saber que estava com câncer. “Eu fui tocar, fui enfrentar o problema”, comentou. Por enquanto a doença está controlada. “Não dá para ficar sentado com isso pensando que tem uma espada na cabeça, embora tenha”, frisou o jornalista.

Sem saber o que vem pela frente no futuro, Coimbra lembrou que os médicos por quais passou durante o tratamento lhe incentivaram a escrever o livro. A publicação seria interessante para outras pessoas que estão passando pelas mesmas dificuldades clínicas do que ele. 

“A gente tem que construir o passado, que é acumular o patrimônio, para depois olhar para trás e ver que fizemos coisas boas, assim como eu olho para Criciúma e vejo que deixei muitas pessoas que amo. A gente não passa olhando para a frente e sim olhando para a trás, porque é a experiência que nos ajuda a fazer as coisas”, concluiu.

Confira a entrevista na íntegra: