Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Criciúma teve 39 casos de abuso sexual só em 2017

Mais da metade dos casos aconteceu com meninas menores de 18 anos
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 28/09/2017 - 12:24

Segundo o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), entre janeiro e agosto de 2017, 39 casos de abuso sexual foram contabilizados em Criciúma, sendo que destes 30 foram relatados por meninas menores de 18 anos. 

“A situação de Criciúma não foge do exemplo do índice nacional. São 39 casos que chegam até a gente, mas existem muitos mais casos de pessoas que sofrem o abuso e que não chegam a notificar. É um índice muito alto, precisamos romper com esse ciclo. Existe preconceito, tabu vergonha, vários são os motivos que levam a vítima a não denunciar”, explicou Ana Losso, coordenadora do Nuprevips.

Segunda Ana, a maioria dos abusos sexuais acontecem no ambiente doméstico. “Onde a criança, a adolescente ou a mulher estaria sendo protegida ela acaba sendo vítima”, disse.

Além do Disque 100, no Nuprevips (Núcleo de Prevenção às Violências e Promoção da Saúde) podem ser feitas as denúncias. “É um serviço de atendimento a todos os casos de violência. Esse serviço preta atendimento, acolhe a vítima, faz a notificação e faz a vigilância. Além disso, acompanha e garante atendimento da vítima no sistema de saúde. O telefone é o 3431-2764”, contou Ana.