Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Cresce 700% o número de atendimentos no hospital São José de Criciúma

No hospital Regional de Araranguá o número de pessoas atendidas triplicou
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 04/01/2022 - 18:43 Atualizado em 04/01/2022 - 19:10
Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

As unidades hospitalares públicas e privadas da região têm registrado aumento na procura por parte de pessoas com sintomas semelhantes aos do novo coronavírus (Covid-19). A demanda teve elevação após as festas de fim de ano, contudo, não houve aumento na ocupação de leitos, como, por exemplo, no Hospital São José (HSJ), de Criciúma. “Temos uma alta na procura da emergência, atendimento externo, quando o paciente vem ao hospital, recebe o atendimento e é liberado. Temos sete pacientes internados hoje. Não tivemos aumento na quantidade de hospitalizados”, conta o diretor técnico, Raphael Elias Farias.

Ele revela que a unidade saltou de 10 a 15 atendimentos para 70 por dia. “Isso preocupa bastante. Pelos dados do Governo do Estado, há o aumento de 400% em Criciúma e 200% na Região Carbonífera. Não repercutiu em interação, mas mostra a alta circulação do vírus da Covid-19, e também da Influenza, a H3N2”, fala Farias.

Ele lembra também que em outros continentes se fala na quarta onda. “O impacto que vamos ter em termos de internação não sabemos, o que sabemos é que é uma cepa que transmite mais rápido, mas menos grave”, conclui.

Outro hospital que registrou a elevação no número de atendimentos é o da Unimed, de Criciúma. A importância da vacina para contribuir no combate a este aumento é destacada pelo diretor médico hospitalar, Fábio Souza. “Tiveram aumentos no número de pacientes positivados com a Covid-19 no particular. A importância da vacina para evitar sequelas e problemas maiores na infecção”, comenta Souza, acrescentando que a Unimed está preparada para uma nova onda. “Estamos preparados, temos um comitê de crise, estamos antenados nos cenários mundiais, nacionais e em Santa Catarina”, complementa.

O triplo no Regional de Araranguá

Situação semelhante é vista também no Extremo Sul Catarinense, como afirma o Diretor do Hospital Regional de Araranguá (HRA), Kristian de Souza. “Nos últimos dias percebemos que a busca pelo pronto socorro aumentou muito. Chegou a triplicar os atendimentos com sintomas respiratórios. Muitos casos de Covid-19 confirmados, não repercutiu em termos de internação, mas temos muitos casos confirmados nos últimos dias. As pessoas que necessitam do hospital em casos de menor gravidade pedimos que tenham paciência, porque preservamos a vida, ou seja, os casos mais graves”, diz.


 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito