Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
140 Motivos

Cp 52: A Gruta Nossa Senhora de Lourdes

POR Archimedes Naspolini Criciúma, 03/12/2019 - 07:17Atualizado em 09/12/2019 - 10:18

140 motivos? Só? Não! Há muito mais do que 140 razões para você que me ouve e eu gostarmos desta cidade. Uma delas é a Gruta Nossa Senhora de Lourdes, um dos sítios mais eloquentes do respeito ao meio ambiente que temos em nossa cidade. Era 1946 e o Padre Agenor Neves Marques, então vigário coadjutor da Paróquia São José, desenhava o I Congresso Eucarístico Diocesano de Santa Catarina. E, dentre tantos outros eventos do calendário religioso daquele magno conclave, inscreveu a Gruta Nossa Senhora de Lourdes, que não existia nem papel, apenas na cabeça dele.
 
Era preciso urbanizar e tornar aprazível um pedacinho de um canto lá fora da cidade para, no paredão rochoso dele, encrustar uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes. Convocou os chefes de famílias residentes na periferia da cidade e pediu, a cada um deles, que mandasse uma pessoa para ajudar na derrubada do mato, na limpeza, na capina e na construção da gruta. Alguns homens foram destacados para o corte de árvores, outros, para a limpeza do mato, outros para o sulco na rocha, uns terceiros para construir a gruta, propriamente dita e, finalmente, algumas mulheres para a limpeza do local. E foi assim que a cidade ganhou aquele recanto fantástico, inaugurado ao final de dezembro de 1946. A vegetação nativa que dá moldura à gruta é um viveiro de pássaros. O fio de água potável que brota aos pés da Santa tem seu líquido recolhido pelos visitantes que o transformam em saudável e milagrosa bebida.
 
Como não amar uma cidade que possui uma gruta como essa construída numa história tão fascinante?
 
Quinta-feira publicarei outras razões que me levam a amar este orgulho de cidade que, dia 6 de janeiro, completará 140 anos de existência.