Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Coopera tem R$ 1,3 milhão em sobras

Em Assembleia Geral, partilha de excedentes e novos investimentos foram definidos por cooperados
Denis Luciano
Por Denis Luciano Forquilhinha, SC, 23/03/2019 - 09:55
Divulgação
Divulgação

O principal momento de interação das cooperativas com os seus associados se dá na Assembleia Geral. É o instante no qual os números são abertos, as justificativas apresentadas e as soluções debatidas. A noite dessa sexta-feira foi assim para os integrantes da Coopera, de Forquilhinha, que reuniu um bom contingente de cooperativados no Auditório Alfredo Michels.

Os associados aprovaram as contas de 2018 e receberam a notícia de um resultado positivo que apontou, depois de feitos todos  os investimentos, para uma sobra de                                     R$ 1.371.041,80. A assembleia decidiu pela destinação das sobras para os 23.893 sócios. “Nossos sócios vão receber esse benefício na fatura de maio, em proporção aos seus consumos em reais”, detalhou o presidente Walmir Rampinelli.

A sugestão de partilha das sobras entre os associados veio do Conselho de Administração. “E isso é resultado de um trabalho que envolve planejamento econômico e financeiro com metas e muita dedicação por parte da gestão e dos colaboradores”, avaliou. 

R$ 5,6 milhões em redes

A Assembleia Geral apreciou o relatório da gestão, o balanço patrimonial e de resultados, além do demonstrativo de sobras e perdas e houve também a fixação dos honorários do presidente. Foi detalhado o investimento superior a R$ 4 milhões em 2018 na reforma e construção de redes, segmento para o qual serão repassados mais de R$ 5,6 milhões ao longo de 2019, conforme deliberado pelos cooperados. 

“Temos um plano de metas importante, abrangendo área social, investimentos em redes de distribuição, em veículos e insumos e também em tecnologia da informação e capacitação profissional”, lembrou o presidente Rampinelli, citando mais itens apreciados pelos associados que compareceram à assembleia.

Houve ainda a eleição do novo Conselho Fiscal, em chapa única, empossando de imediato os titulares Vanderlei Alexandre, João Sebastião da Silva e Cláudio Eduardo Tiscoski, e os suplentes Enor Castelan de Souza, Ricardo Locks e Maria Terezinha de Aguiar Costa.