Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Conselho afasta Dourival Giassi da Unesc

Condenado por improbidade administrativa enquanto pró-reitor, professor segue ligado à Universidade
Arthur Lessa
Por Arthur Lessa Criciúma, SC, 06/12/2017 - 15:50Atualizado em 06/12/2017 - 17:36

Em reunião extraordinária, na tarde desta quarta-feira (6), o Conselho Universitário da Unesc afastou temporariamente e por unanimidade o ex-pró-reitor financeiro Dourival Giassi da função de professor da instituição e definitivamente da coordenação do curso de Ciência Contábeis, que passa a ser comandada pela coordenadora adjunta Milla Lúcia Ferreira Guimarães.

O Conselho Universitário da Unesc é composto atualmente por 46 membros, tendo a reitora, Luciane Ceretta, como o presidente e o vice-reitor, Daniel Ribeiro Préve, como vice-presidente. Conta também com pró-reitores, alunos eleitos pelo Diretório Central dos Estudantes, coordenadores de cursos e outros. Confira a lista de membros.

O afastamento foi motivado pela condenação de Giassi no esquema de desvio de recursos público que deu origem à chamada CPI das Bolsas, instalada na Câmara Municipal de Criciúma em 2013. A Unesc instaurou um processo administrativo para apurar os fatos, com duração de 120 dias, sem contar o período de recesso durante o verão.

A investigação apurou que, entre 2012 e 2013, encaminhados da Prefeitura de Criciúma para custeio de bolsas de estudo na Unesc eram desviados por Giassi e Miguel Mastella, Secretário do Sistema Financeiro da Prefeitura na época, antes que chegassem aos cofres da Unesc.

A sentença do juiz Pedro Aujor Furtado Júnior, da 2ª Vara da Fazenda da Comarca de Criciúma, definiu que Dourival Giassi e Miguel Ângelo Mastella realizaram crime de improbidade administrativa no período e devem devolver R$ 707 mil aos cofres da prefeitura de Criciúma.