Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Conheça as ideias que foram discutidas no Fórum Gemellaggio do Amanhã

Evento reuniu lideranças e entusiastas da cultura italiana neste sábado, em Urussanga
Por Geórgia Gava Urussanga, SC, 21/05/2022 - 18:33 Atualizado em 21/05/2022 - 22:28
Foto: Manuela Silva/ 4oito
Foto: Manuela Silva/ 4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Dois importantes questionamentos foram levantados durante o Fórum do Amanhã, realizado na manhã deste sábado, dia 21, em Urussanga. São eles que devem nortear o trabalho a ser desenvolvido na cidade Sul Catarinense: Quais os desafios para o desenvolvimento do município? E quais são as oportunidades colocadas pelo Gemellaggio para o desenvolvimento de Urussanga?

As respostas foram coletadas pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) para dar andamento ao trabalho, em parceria com o Governo Municipal. 

LEIA MAIS:

Saiba como foi o Fórum Gemellaggio do Amanhã em Urussanga

Saiba o que é um Gemellaggio

De acordo com o presidente da Comissão Organizadora do 30° aniversário Gemellaggio, Luiz Antônio Fabro, “a gente tem uma história e conseguimos revivê-la hoje”, enfatiza. “Nesses 30 anos de amizade e cultura, estamos com um superávit imenso. Agora, focamos no desenvolvimento. Esse evento, hoje, é muito significativo para que a gente consiga trilhar as próximas décadas e que seja diferente do que já foi”, completa. 

Ao fim do evento, o prefeito de Urussanga, Jair Nandi, foi enfático: o segundo Fórum Gemellaggio do Amanhã será realizado em outubro deste ano. “Por várias vezes, aqui, eu cheguei a me emocionar. Hoje, foi uma pequena amostra. As ideias que foram colhidas são de fundamental importância”, finaliza. 

Veja os dados coletados durante o Fórum Gemellaggio do Amanhã:

PERGUNTA - Quais são os desafios para o desenvolvimento de Urussanga?

Respostas na área de desenvolvimento e planos de diversificação econômica:

  • Poucas pessoas investem em Urussanga, acabam investindo em coisas supérfluas não pensando no desenvolvimento;
  • Preparação para propor ações propositivas para o desenvolvimento socioeconômico e cultural;
  • Tornar o desenvolvimento mais efetivo em relação aos objetivos do Gemellaggio;
  • Falta de oportunidade de empregos para jovens com pouca experiência;
  • Abrir novas oportunidades para a população de fora para o comércio local;
  • Falta de perspectiva de futuro, além do trabalho de gelateria;
  • Internacionalização das empresas;
  • Criar espírito empreendedor;
  • Maior interação do setor de cultura e desenvolvimento econômico com a união de entidades.

Respostas na área de educação:

  • Falta de investimento cultural na educação;
  • As famílias não incentivam a dar continuidade nas pesquisas sobre o Gemellaggio, cultura e língua;
  • Falta  de demanda de profissionais para ensinar italiano;
  • Aumentar o ensino de italiano na escolaridade, já que ele apenas vai até o 5°ano;
  • Universidade incluir o curso Letras em italiano;
  • Falta de verba para educação pública.
  • Maior contato com italiano para a rede estadual (Ensino Médio);
  • Criar mais ações diretas dentro das escolas e no próprio município;
  • Escolas não passam conhecimento sobre o Gemellaggio.

Respostas na área de parcerias:

  • Falta de retorno de possibilidades profissionais fornecidas pela cidade de Longarone para imigrantes de Urussanga;
  • Os municípios de Urussanga que foram para Longarone retornaram em longo prazo, refletindo em um tempo maior para trazer melhorias para o município;
  • Criar mecanismo eficaz para criar um contato permanente com Longarone;
  • Ineficiência dos objetivos;
  • Falta de contato com italianos (intercâmbio);
  • capacitação para intercâmbios.

Respostas na área de cultura:

  • Falta de desenvolvimento cultural;
  • Falta de motivação para o desenvolvimento da culinária italiana;
  • Mentalidade colonialista impactando negativamente no desenvolvimento;
  • Diversificação da cultura dificultou o compartilhamento do conhecimento para outras gerações;
  • Conscientização da importância do Gemellaggio;
  • Sistema dispersa as culturas, desmantelamento de tradições;
  • Falta de conclusão de projetos;
  • Jovens que não sabem a história do Gemellaggio, nem os aspectos culturais;
  • A população não conhece a história da cidade;
  • Ter uma constância de eventos, partindo dos partidos culturais e privativos;
  • Gemellaggio é elitizado;
  • Falta de disponibilidade do projeto Gemellaggio para a população.

Respostas na área de infraestrutura:

  • Falta de estrutura para a população chegar no exterior;
  • Barreiras para a dupla cidadania;
  • Alto custo para os documentos necessários para a dupla cidadania;
  • Falta de troca de tecnologia com a Europa;
  • Falta de representatividade e participação jovem;
  • Novas estruturas de estacionamento, área de lazer/encontro;
  • Aproveitar o interior do município;
  • Melhoria na estrada para o interior. 

Respostas na área de turismo:

  • Falta de infraestrutura para o turismo;
  • Falta de investimento no turismo;
  • Preparação para receber turismo.

Respostas na área de ações públicas:

  • Falta de interesse político e interessados responsáveis para planejamento a longo prazo;
  • Necessidade da criação de um Conselho de Permanência, em todos os setores;
  • Organização da sociedade através de seus setores;
  • Colocar o custo do orçamento do município investido no Gemellaggio;
  • A não continuidade no Gemellaggio por fatores políticos;
  • Desvincular a gestão pública com o vínculo italiano.

PERGUNTA - Quais são as oportunidades colocadas pelo Gemellaggio para o desenvolvimento de Urussanga?

Respostas na área de desenvolvimento e planos de diversificação econômica:

  • Gastronomia com potencial;
  • Produção de gelato para Urussanga;
  • Oportunidade de empregos pelo Gemellaggio;
  • Produção de vinho urussanguense;
  • Geração de empregos;
  • Usar as frutas de Urussanga para produzir gelato;
  • Trazer marcas de armações de Longarone para Urussanga;
  • Abertura de filiais de fábricas para geração de empregos em Urussanga;
  • Estimular o trabalho na área de design na cidade de Urussanga;
  • Tornar Urussanga uma referência de gelateria;
  • Plano de negócio para os urussanguenses que estão fora do país;
  • Resgatar e potencializar as vinícolas e divulgá-las.

Respostas na área de educação:

  • Curso técnicos de gastronomia italiana;
  • Escola técnica para empreender;
  • Muita profissionalização na produção de gelato.

Respostas na área de cultura:

  • Intercâmbio;
  • Valorização da cultura;
  • Inclusão da população em atividades coletivas, como feiras e atividades físicas;
  • Feiras ou eventos com atrações para atração do público, como forma de amostra do pacto;
  • Trazer pessoas de fora com conhecimento de lá para realização de eventos que tragam a cultura;
  • Intensificar as relações humanas para o fortalecimento da memória, história e seus desdobramentos culturais do passado e atuais;
  • Inserir precocemente a classe jovem no processo intrínseco das oportunidades do Gemellaggio em relação ao desenvolvimento das potencialidade locais. 

Respostas na área de parcerias:

  • Trazer pessoas para o Parque Municipal de Urussanga;
  • Dupla cidadania;
  • Troca de festas típicas de Urussanga e Longarone;
  • Fazer eventos em conjunto com Longarone;
  • Possibilitar a moradia em cidades da Europa por conta do Gemellaggio;
  • Intercâmbio para diversos setores;
  • Intercâmbio para empreender;
  • Troca de experiência para a indústria;
  • Estabelecer e intensificar relações no âmbito tecnológico e comercial para atender as demandas nos setores.

Respostas na área de infraestrutura:

  • Facilitar a dupla cidadania.

Respostas na área do turismo:

  • Exploração dos monumentos históricos existentes na cidade, os transformando em comércios para serem usufruídos durante os finais de semana;
  • Potencial turístico;
  • Urussanga é a cidade com as estrutura mais bem conservadas;
  • Preservação do paisagismo de Urussanga;
  • Cultura típica italiana, podendo se inspirar nas feiras de Longarone;
  • Agroturismo com desenvolvimento de todos os integrantes produtos (gastronomia, artesanato, produtos coloniais, paisagem, patrimônio material e imaterial).

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito