Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Como funcionará a sessão do impeachment

Votação inicia às 9h desta sexta-feira
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 06/05/2021 - 18:45Atualizado em 06/05/2021 - 18:57
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Marcado para iniciar às 9h desta sexta-feira, 7, a sessão que julgará o impeachment do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), terá como primeiro encaminhamento a leitura do processo, seguida da sustentação oral dos advogados da denúncia e do denunciado e de réplica e tréplica. Quem explicou o andamento foi o juiz auxiliar do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), Cláudio Figueiredo, em entrevista à Rádio Som Maior na noite desta quinta-feira, 6. 

Confira também:

Na Som Maior, programa especial sobre julgamento do impeachment
Adelor Lessa - Lewandoswki nega pedido e Tribunal do Impeachment está confirmado

Ele fala ainda que na sequência, o presidente do Tribunal de Julgamento, desembargador Ricardo Roesler, coloca o objeto de acusação em debate, cada um com 90 minutos para a apresentação, seguido dos votos de cada um dos integrantes do tribunal.

Figueiredo ainda comentou que o deputado estadual, Laércio Schuster entrou com um mandado de segurança no TJ. “A informação que recebemos agora é que tem os mesmos fundamentos da reclamação do deputado no STF, negada pelo ministro Ricardo Lewandowski”, concluiu.

Confira também:

Ricardo Roesler rejeita pedido de transferência do julgamento do impeachment

“O ideal é que o governador renunciasse e nos deixasse em paz”, diz Naatz