Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Como é a rotina de trabalho de um day trader

Especulador do mercado financeiro destaca análises que vão para além da promessa de "dinheiro fácil"
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 21/10/2020 - 14:23Atualizado em 21/10/2020 - 14:26
Foto: Luana Mazzuchello / 4oito
Foto: Luana Mazzuchello / 4oito

Diferente do que muitos pensam, o Day Trade não tem muita relação com aquela promessa de dinheiro fácil apresentada em 30 segundos de propaganda no Youtube. Para obter resultado com este modelo de negociação que envolve a oscilação de preços de ativos financeiros ao longo de um dia, é preciso prática e estudo - algo que pode acabar garantindo uma certa independência financeira.

Fundador da Easy Trader Academy, Ruhan Cimolin Pereira trabalha como especulador do mercado financeiro há dois anos. A migração para o mercado de investimentos veio através da curiosidade sobre o assunto. “Pesquisei bastante sobre ações e, como está bastante na mídia, acabei conhecendo o day trade. Comecei comprando ações fracionários que conseguimos comprar com itens menores do que R$ 100, para ir sentindo a vibe do mercado”, declarou.

Ruhan trabalhou com este modelo de ações durante um tempo até começar a estudar sua relação com o Day Trade. “Nós sabemos que hoje é uma das formas mais arriscadas de se conseguir dinheiro mas, a partir do momento em que comecei a conhecer o mercado financeiro de ações, migrei para o day trade porque senti que havia uma certa similaridade nas operações”, disse.

Apesar disso, Ruhan não trabalha somente com este modelo de ações que abre e fecha no mesmo dia. Em sua carteira de investimentos, ele trabalha também com buy and hold, ações que após compradas permanecem por um longo período posicionadas, e swing trade. 

A rotina 

“Por volta das 9h eu acordo, tomo café tranquilo, abro o computador e começo a fazer uma análise com base no mercado econômico em geral, observando vários gráficos. Mas há dias em que o Day Trade não nos dá nenhuma oportunidade de entrada, então ficamos o dia inteiro analisando e não conseguimos fazer nenhuma operação”, reforçou.

Operando apenas índices no mercado americano, o especulador financeiro utiliza plataformas de transferência internacional para levar o dinheiro à sua corretora no exterior, conseguindo também retornar e resgatar da mesma forma os valores. “A forma de resgate da corretora que utilizo é através de um terceiro, que é o Banco de Nova York. O dinheiro que solicito resgate na plataforma vai para o banco de NY, que credita diretamente na minha conta corrente no Brasil”, pontuou.

Trabalhando com uma meta mensal de 10% de retorno, Ruhan junta informações sobre o mercado financeiro, o atual cenário econômico e até mesmo o desempenho das empresas de maior relevância do índice para então, com base em suas análises, começar suas operações no day trade. 

“Não é dinheiro fácil, precisa realmente de muito estudo e day trader é realmente uma profissão. É uma forma de você conquistar sua liberdade financeira com investimentos”, disse.