Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Como a redução do ICMS vai impactar nos serviços de telecomunicação

O reflexo no bolso do consumidor não será significativo nem imediato
Por Giovana Bordignon Criciúma, SC, 04/08/2022 - 15:46 Atualizado em 04/08/2022 - 16:29
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O Governo de Santa Catarina reduziu a alíquota do ICMS sobre gasolina, energia elétrica, telecomunicações e transporte coletivo para 17%. Segundo o especialista em projetos e consultoria em telecom, Jonathas Roberge, o reflexo dos serviços de telecomunicação no bolso do consumidor não será significativo nem imediato, é uma redução de 7% a 10% em cerca de dois a três meses.

“Para o cliente, isso vai ser pouco e ainda vai ter um reflexo um pouco mais a frente por conta de toda a conjuntura: faturamento, redução, repasse e as operadoras têm muitos serviços, então é difícil”, pontuou Roberge.

Aos clientes isso será recebido, provavelmente, com uma redução no preço de determinados serviços ou com a mudança no valor do plano. “A operadora utiliza parte dessa receita que ela vai ter de ICM para fazer com que ela tenha mais benefícios, ou pagando menos, ou pagando igual. Então se você tem um pacote de três gigas, a operadora pode oferecer por 20 gigas pagando o mesmo valor”, exemplificou.

Leia também: 

Tarifa de energia elétrica deve reduzir 8% nos próximos dias em SC

Preço médio da gasolina comum se mantém abaixo de R$ 6 em Criciúma

Redução do ICMS: Preço do óleo diesel também deve baixar

Ele explicou que, ao mesmo tempo que isso gera um alívio para as operadoras, automaticamente, a competitividade do mercado faz com que a tendência do ticket médio diminua. “Por conta de ter essa competitividade entre as operadoras, com certeza terá um certo desconto, mas não de acordo com o que as pessoas imaginam”, frisou.

“Um problema que nós vimos é que as operadoras perderam muito. Por conta da competitividade, elas estão tendo uma margem muito curta. Então, com certeza, a operadora não vai repassar tudo isso ao consumidor final”, completou o especialista.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito