Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Claudinei Quirino revela que virou atleta por vaidade

Medalhista olímpico é o padrinho da 3ª edição da Meia Maratona de Criciúma
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 12/09/2018 - 17:20Atualizado em 12/09/2018 - 17:46
(foto: Clara Floriano)
(foto: Clara Floriano)

A 3ª edição da Meia Maratona Caixa Criciúma acontece no domingo (16) pela manhã e o padrinho da competição já está na cidade. Claudinei Quirino, junto com o organizador Edson Luciano, estiveram no Programa Adelor Lessa para falar sobre atletismo e sobre a 21k. Os dois conquistaram juntos a medalha de prata no revezamento 4x100 nas Olímpiadas de Sidney, em 2000.

“O que me levou para o esporte foi a vaidade, eu não conhecia nada do atletismo, vi um rapaz correndo e a mulherada falou que ele tinha o corpo bonito, foi isso que me chamou atenção. Quando comecei a competir, o pessoal dizia que eu era bom, levei cinco anos para conquistar minha medalha nos Jogos Regionais, lá em São Paulo”, contou Quirino.

Para ele, o começo da carreira é a pior parte para os praticantes de atletismo, já que é complicado encontrar patrocínios. Hoje Claudinei realiza palestras pelo Brasil e trabalha com esporte em Presidente Prudente, cidade que tem aproximadamente 6 mil atletas desta modalidade e onde iniciou suas atividades profissionais.

“Hoje eu faço parte de um projeto chamado Heróis do Atletismo, e hoje a gente trabalha para o Governo, incentivando crianças e o esporte. Muita gente me pergunta qual o melhor esporte, e eu digo que é o que a gente mais gosta. No meu caso eu estimulo o atletismo, mas baquete ou futebol também é bom. O esporte e a educação sempre andam de mãos dadas”, afirmou.

21 Talk

Uma novidade para a edição deste ano é um talk-show com Claudinei e Edson, que será realizado no sábado (15), às 19h, no Hotel Interclass. A entrada custa R$ 30,00, com direito a um jantar de massas. “A presença do Claudinei é fundamental para este evento. Já está tudo pronto para a prova. As estruturas no parque começam hoje, temos o 21 Talk, para trocar uma ideia com o Claudinei, ele trouxe suas medalhas, que não leva para nenhum lugar”, disse Edson Luciano.