Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Ciclone no mar pode resultar em ventos na região

Chuva começa na noite desta quarta-feira e ganha força durante a madrugada
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 13/11/2019 - 07:42Atualizado em 13/11/2019 - 14:25
Foto: Defesa Civil
Foto: Defesa Civil

A quarta-feira, 13, será de tempo bom, mas nas últimas horas da noite pode começar a chover. Um ciclone extratropical poderá atingir os três estados do Sul. Serão chuvas moderadas, com raios e rajadas de vento, desde a madrugada de quinta-feira, 14. No Litoral Sul o vento poderá atingir 60 km/h, como indica a Epagri/Ciram.

“Estão colocando como aviso essa tempestade que pega do interior do Paraná, passando por Santa Catarina até o Rio Grande do Sul. Isso aí vai chegar para nós amanhã, o mar cresce amanhã à noite e fica de ressaca”, disse o climatologista Márcio Sônego.

O ciclone extratropical deverá acontecer principalmente no oceano. “Tem sim esse ciclone em alto mar na noite de amanhã. A pressão atmosférica baixa e o mar cresce”, afirmou Sônego. Alagamentos e enxurradas também podem acontecer em todo o estado.

É algo comum

De acordo com Sônego, essa condição é bastante comum e acontece algumas vezes, todos os anos. É formada com um sistema de baixa pressão atmosférica, neste caso, ainda está no Uruguai e na Argentina, se aproximando aos pouco. Não causa ventos tão fortes quanto os furacões.

“É muito comum acontecer isso aí. O pessoal confunde com o Catarina, de 2004, quando deu vento de 150 km/h. Esse foi um ciclone realmente, que seria um furacão. E esse tipo nós temos umas quatro ou cinco vezes por ano, no máximo pode derrubar algumas placas. É bem comum de acontecer”, frisou.

Alerta vem da Epagri/Ciram

O aviso é emitido pela Epagri/Ciram e pela Defesa Civil. "Temporais localizados, com chuva moderada a forte, e granizo. Vento forte persistente com rajadas acima de 60 km/h. Acumulado de chuva: 40 a 60 mm em média, com pontuais de 80 a 100 mm. Sistema: formação de um ciclone (baixa pressão) entre RS e SC", diz o comunicado, em relação a previsão para quinta-feira.