Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Celesc preparada para garantir energia na temporada de verão

Órgão atende grande parte da faixa litorânea do estado e conta com planejamento para evitar quedas de energia
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 27/12/2019 - 14:31Atualizado em 27/12/2019 - 14:34
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

O verão tem registrado altas temperaturas na região. Junto aos elevados índices do clima, a utilização de ventiladores, aparelhos de ar condicionado, freezers e outros eletrodomésticos aumentam a carga e o consumo de energia elétrica. Quedas de energia ou problemas na rede que aconteciam anos anteriores não voltarão a ocorrer, isso porque a Celesc está preparada para fazer uma boa temporada. O órgão conta com o efeito ampliado e redirecionado, prontos para a operação e manutenção da rede elétrica. 

Desde setembro, o órgão iniciou um planejamento para o verão. "Traçamos metas e objetivos para fazer uma boa temporada. Fizemos um mapeamento das regiões e de suas as necessidades. Realizamos também a distribuição com equipes adicionais para as regiões das praias de Balneário Gaivota e Arroio do Silva, que também são áreas atendidas pela Celesc", coloca o chefe da divisão técnica do Núcleo Sul da Celesc, Zulnei Casagrande. 

De acordo com Casagrande, o consumo é diretamente proprocional a alta temperatura. "Preparamos um plano de redução de impacto no caso de desligamento da rede, com monitoramento 24 horas por dia e equipes preparadas para os acontecimentos pontuais", comenta. 

 O efetivo das equipes ainda contam com empresas terceirizadas, prontas para atender tanto na operação quanto na manutenção. "Concentramos mais nas regiões onde os problemas são mais comuns", coloca. "Essa é uma operação desencadeada em toda Santa Catarina e estamos com a infraestrutura preparada", completa. 

Casagrande ainda pontuou sobre os problemas internos das residências na região litorânea. "Acabamos atendendo tanto o externo quanto o interno, pois muitos veranistas passam o ano inteiro com as suas casas fechadas e chegam no verão com problemas internos na intalação", comenta. 

Conforme ele, no período do Natal até o dia 5 de janeiro, a carga é relativamente baixa. "As empresas param esse período, o que favorece o desempenho do sistema elétrico. A partir dessa data o sistema volta ao normal", explica.

A única preocupação ainda é com as tempestades, mas Casagrande coloca que a equipe também está preparada para atender essas ocorrências. 

Horário de verão não altera o consumo de energia 

O presidente Jair Bolsonaro decretou em abril o fim do horário de verão. A mudança não afeta diretamente o consumo de energia. "O que acontece é que no horario de verão há um deslocamento da carga total do sistema e esse consumo não coincide com a energia pública. O que tem ocorrido agora com o fim do horário de verão é uma redistribuição da carga total do sistema", explica Casagrande. 

Conforme ele, a medida facilita a gereção e distribuição de energia. Além disso, o Sul do país não sofre tanto impacto, já que conta com um sistema robusto de atuação. 

Tags: celesc energia