Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Cavalo quer jogadores mais confiantes para buscar vitórias

Técnico foi apresentado no Criciúma e tem o desafio de sair do Z-4
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 27/09/2019 - 12:43Atualizado em 27/09/2019 - 13:21
(fotos: Jota Eder)
(fotos: Jota Eder)

O Criciúma apresentou nesta sexta-feira, 27, o seu novo treinador, Roberto Cavalo, que terá sua terceira passagem na casamata do Heriberto Hülse. Junto com ele chegou o assessor especial para o futebol, Vanderlei Mior. O objetivo da dupla é um só: livrar o Tigre da zona do rebaixamento.

“Amanhã é o jogo mais importante do Criciúma no ano inteiro. O atleta pressionado não tenta uma jogada aguda, se erra o passe ele se abate. Eu peço que continue essa mobilização, nós só vamos sair com o apoio do torcedor”, disse Cavalo. Ainda prometeu formar um trio, junto com Mior e Wilsão, que será seu auxiliar.

Para o treinador, é preciso que a torcida de coragem ao grupo. Sem coragem os jogadores não se sentem à vontade para tentarem jogadas e ficam mais propensos aos erros. E foi isso que ele tentou passar durante a conversa que teve com os jogadores antes da entrevista coletiva, para aliviar a pressão.

“Para ter uma tranquilidade maior é ganhar do Botafogo, aí podemos jogar mais tranquilos contra o Vila Nova. Não adianta mapear o campeonato, é lógico que nós da comissão técnica vamos fazer isso. Quando tu não ganhas, é pressionado”, disse o treinador. Botafogo-SP que ele ajudou a salvar do rebaixamento no Campeonato Paulista deste ano.

O primeiro contato com os jogadores

Antes da coletiva, Cavalo foi ao gramado do Heriberto Hülse e teve o primeiro contato com o grupo de jogadores. Ainda aplicou treinamento, escalando a equipe com Luiz; Carlos Eduardo, Sandro, Thales e Marlon; Eduardo, Wesley, Foguinho e Daniel Costa; Léo Gamalho e Vinicius. O trabalho foi voltado principalmente para as bolas paradas. Adilson Goiano, Caíque, Ceará, Pedro Bortoluzzo e Bruno Cosendey treinaram em separado.

A estreia é contra um velho conhecido

O primeiro desafio de Cavalo à frente do Criciúma será amanhã, contra um adversário bem conhecido. O Tigre receberá o Botafogo-SP neste sábado, 28, a partir das 11h. A equipe de São Paulo foi onde ele trabalhou pela última vez, da qual pediu demissão em agosto, com o time ocupando o G-4 da Série B.

Cavalo aproveitou para falar sobre o tempo que comandou a equipe paulista e se isso pode beneficiar no jogo de amanhã. “No momento não é vantagem, mas é uma experiencia boa por conhecer todo o Botafogo, e aqui temos o Criciúma treinado pelo Wilsão, que sabe o que fazer. Eles querem chegar ao G-4 e nós estamos tentando sair do Z-4”.

O jogo do primeiro turno foi disputado no dia 1º de junho. Cavalo era o técnico da equipe e naquela ocasião o Botafogo venceu por 1 a 0. O Pantera era líder da competição e havia somado 15 pontos em 6 rodadas. E o Criciúma ainda era treinador por Gilson Kleina.

Vanderlei Mior sem salário

Tratado como assessor especial, Mior falou pouco, mas deu uma informação importante:
“A minha vinda para o Criciúma veio sem cargo e sem remuneração. É para retribuir tudo o que o Criciúma e a cidade me derma durante esses últimos 30 anos”, disse. “Eu queria fazer uma convocação a todos que gostam do Criciúma, que nos mandem energia positiva, para vencer essa página sofrível. Vamos ter um cenário muito diferente”, concluiu.