Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Cavalo: "Precisávamos deixar a melhor impressão possível"

Criciúma encerrou a Série B rebaixado e vencendo o Oeste por 2 a 1 em São Paulo
Denis Luciano
Por Denis Luciano Barueri, SP, 29/11/2019 - 23:49Atualizado em 29/11/2019 - 23:56
Divulgação
Divulgação

"Nós mobilizamos o nosso grupo, nós precisávamos deixar a melhor impressão possível", defendeu Roberto Cavalo, depois dos 2 a 1 sobre o Oeste, na Arena Barueri, pela última rodada da Série B. "Tinha que ser um time mais aguerrido, valente, disposto. O Oeste veio desfalcado e nós com praticamente a mesma formação", afirmou o técnico tricolor. Com o resultado positivo - a segunda vitória em 19 partidas longe de casa - o Criciúma chegou a 39 pontos e está em décimo sétimo lugar.

"No primeiro tempo, as duas equipes abaixo, um futebol não convincente. Um pênalti que não sei se foi ou não, no intervalo, corrigimos", observou, citando a virada. O Oeste saiu na frente com um gol de Fábio, no primeiro tempo, mas com dois gols de Léo Gamalho na etapa final o tricolor garantiu a vitória. "Já parabenizei o grupo, ganhamos, vencemos, e agora é pensar no nosso futuro", afirmou. "Infelizmente o time está na Série C do Brasileiro", completou.

Cavalo reiterou que gostaria de ficar no Criciúma para a próxima temporada. "Não tivemos tempo nem oportunidade de conversar com a diretoria. Colocamos em nossa mente terminar o campeonato, e hoje acabou. Quando se falou de uma possível montagem de elenco, de quem fica e quem sai, não teria como fazer qualquer coisa antes. Agora teremos condição para um futuro mais adequado, o presidente esteve fazendo seus exames, teve que sair para cuidar da sua saúde, o Jaime sofreu mais que todo mundo. Conversei rápido no hotel hoje, vi que ele emagreceu. Ele sofreu muito pois é um torcedor do Criciúma como nós também", afirmou o treinador. Assim, Cavalo confirmou que Dal Farra esteve internado para tratamento de saúde, contrariando a informação de alguns dirigentes que negavam isso nos últimos dias.

"A ficha não tinha caído ainda. Mesmo sem o peso, o time sentiu a bola no pé", destacou. "Agora o Criciúma terá tempo de se planejar e colocar o time nos eixos", referiu Cavalo. Ele negou que tenha planos de mudar de função no Criciúma. "Se eu ficar no Criciúma, é para ficar como treinador", emendou.

O presidente Jaime Dal Farra deverá se pronunciar à imprensa após o rebaixamento na próxima terça-feira, 3, já de volta a Criciúma.