Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Casan vistoria obras na Estação de Tratamento de Esgoto do Bairro Demboski

Obra promete atender mais de 30 mil moradores da região da grande Próspera
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 19/10/2020 - 13:39Atualizado em 19/10/2020 - 13:40
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A diretoria da Casan e os engenheiros da Superintendência Regional Sul/Serra realizaram na manhã desta segunda-feira, 19, a vistoria das obras da Estação de Tratamento do Bairro Demboski, a qual irá depurar o esgoto coletado em Criciúma.  As fases mais complexas da obra já foram concluídas, com as fundações, a unidade de preliminar de tratamento, o reator UASB e o filtro biológico.

Atualmente, os operários estão concentrados na finalização das obras civis das unidades e início da montagem dos equipamentos. A fase de acabamentos e parametrização dos equipamentos será iniciada ainda no final deste ano. "No primeiro semestre de 2021 a unidade estará em operação", disse a engenheira Roberta Maas dos Anjos, Presidente da Companhia, ao visitar o local. O distanciamento social causado pela pandemia do coronavírus retardou o cronograma, mas a construtora vem acelerando o ritmo da construção.

Além dos benefícios ambientais para o município, ampliando de 28% para 48% a cobertura de coleta e tratamento na cidade, a obra está colaborando para o desenvolvimento da região onde foi instalada", lembra o engenheiro Fábio Krieger, Diretor de Operação e Expansão. A antiga estrada de chão batido, cujo barro e pó tanto incomodavam os moradores do Demboski, foi substituída por pavimentação asfáltica e estrutura de drenagem, executada pela Prefeitura com recursos da obra de saneamento, levando mais qualidade de vida ao bairro.

Investimento

Mais de 30 mil moradores dos distritos de Vila Rica, Próspera, Argentina/Brasília, Imigrantes, Ceará, Jardim Maristela, Nossa Senhora da Salete e Morro do Céu serão beneficiados com a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Criciúma. 

"Irá aumentar o percentual da cidade para quase 50% de cobertura de esgoto, juntamente com o sistema do bairro São Luiz. Esta obra, então, vai trazer mais qualidade de vida para o cidadão criciumense, através desse ganho ambiental e de saúde que se proporciona quando se faz um investimento como esse, além do desenvolvimento de toda a região", declarou o superintendente regional da Casan, Gilberto Benedet Jr.

O projeto contempla 88 quilômetros de redes coletoras, quase 5 mil ligações domiciliares, seis elevatórias para bombeamento, além da Estação de Tratamento com capacidade para depurar 55 litros por segundo. O investimento total da Casan na ampliação do Sistema da Grande Próspera chega a R$ 60,4 milhões, sendo R$ 39 milhões somente na Estação de Tratamento.