Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS INFORMAÇÕES DAS ELEIÇÕES 2024!

Casan pede a moradores que agendem vistorias do Trato por Criciúma

Inspeções verificam se instalação sanitária da residência está adequada

Por Redação Criciúma, 18/05/2024 - 13:02

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

A Casan alerta que 3,3 mil moradores de Criciúma devem agendar as vistorias sanitárias do Programa Trato por Criciúma. Desde 2022, o programa atua em 16 bairros do município com atividades de fiscalização e orientação relacionadas ao saneamento.

Até o momento, 7,3 mil imóveis receberam comunicados para a realização de vistorias gratuitas, mas 45% dos moradores ainda não marcaram a primeira inspeção. A CASAN pede que esses moradores entrem em contato pelo telefone (48) 3413-6410 para agendar o dia e horário da visita da equipe.

A partir do agendamento feito pelo próprio morador, a inspeção é realizada diretamente pela equipe do Trato na residência. Os técnicos fazem testes em todos os pontos que geram esgoto no imóvel, verificando também as instalações hidráulicas de banheiros, cozinhas, áreas de serviço e pontos de lançamento da água da chuva.

E se tiver algum problema?

"Caso seja detectada alguma inadequação, o proprietário é orientado pela equipe, recebendo o prazo de 60 dias para regularização, para que então os fiscais possam retornar e certificar o imóvel", explica o engenheiro Eduardo Neckel, da Tec Civil Construções, empresa que executa o Trato em Criciúma.

As equipes do Trato passam de casa em casa entregando os comunicados impressos. Neste mês de maio, a entrega do segundo comunicado para a inspeção hidrossanitária será feita em mais de 700 residências nos bairros Centro e Santa Catarina. Caso o morador não esteja presente, o folheto informativo é deixado na caixa de correio.

"É importante destacar que nem todas as residências dos bairros estão incluídas no programa. São áreas determinadas e que são avisadas sobre as mudanças no saneamento", enfatiza Neckel.

--

Colaboração: Eloise de Lima

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito