Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Casa para egressos do sistema prisional será inaugurada em abril

Local passa por acabamentos e foi construído pelo Sepasc
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 13/12/2017 - 16:03Atualizado em 13/12/2017 - 16:24
(foto: divulgação/Facebook)
(foto: divulgação/Facebook)

Uma entidade já antiga, o Serviço de Pastoral Carcerária (Sepasc), que realiza trabalho voluntário com moradores de rua, irá inaugurar em abril de 2018 uma casa para acolher egressos do sistema prisional. O líder do movimento, o padre Marcos Henrique fala sobre o assunto.

“São dois anos de construção da casa egresso. O nosso grupo possui 40 pessoas, envolvidos direta ou indiretamente. Somos uma entidade jurídica, com toda uma diretoria”, explicou.

O local terá capacidade máxima para atender 32 pessoas. Terá quartos ambientados, refeitórios e uma capela. A ideia é começar o trabalho aos poucos, aumentando a hospedagem com o passar do tempo. 

“A pessoa poderá ficar na casa por no máximo três meses. No primeiro mês para conhecerem a cidade, as vezes arrumarem os dentes, a pessoa fica muito tempo presa e fora do mundo. No segundo mês, arrumando um emprego para seguir o seu caminho”, contou o padre. 

O objetivo é ajudar as pessoas na reintegração a sociedade. Segundo Marcos Henrique, a prisão é uma marca que irá acompanhar a pessoa na vida inteiro, mas pode ser reduzida. 

“Eu visitava o presídio, e via as dificuldades. Sempre tivemos o sonho de construir. Há três anos compramos o terreno. Agora estamos na parte final das obras, com os acabamentos. Sempre contamos com doações, a ajuda das pessoas e a graça de Deus”, concluiu.

Tags: prisao