Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Campanha “Compre de SC” começa oficialmente hoje (Vídeo)

Objetivo é valorizar produtos catarinenses e ajudar setores prejudicados com a greve dos caminhoneiros
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 09/06/2018 - 14:19

O governador do Estado de Santa Catarina lançou ontem o movimento Compre de Santa Catarina – Leve Qualidade Para Casa e Desenvolvimento Para Nosso Estado”", com objetivo de despertar o sentimento de valorização dos produtos catarinenses. A campanha publicitária inicia oficialmente hoje, estimulando o consumo consciente, a geração e manutenção de empregos.

A proposta é incentivar a retomada da economia e ajudar os diversos setores que foram prejudicados com a crise gerada após a greve dos caminhoneiros, para que, ao menos uma parte das perdas, seja recuperada.

“Os nossos produtos catarinenses são reconhecidos no mundo inteiro. Temos empresas catarinenses que são multinacionais. Os nossos produtos são exportados para mais de 100 países. Isso mostra qualidade. O que queremos é que os catarinenses valorizem isso e saibam que se comprarem produtos produzidos em SC estarão fomentando a economia e gerando empregos. E é claro, se gera isso tudo, gera benefícios para a sociedade”, contou o governador Eduardo Pinho Moreira ao Acaert Entrevista.

Segundo Pinho Moreira, mesmo sem a greve, a economia de SC e de todo o Brasil já estava em processo de desaceleramento. "Claro que a greve dos caminhoneiros parou o Brasil, parou SC. Tivemos desabastecimento em diversos setores. Isso parou a economia e isso não se recupera no dia seguinte. Vai demorar e vai ter reflexo no mês de junho e julho. No mês de maio tivemos uma receita de R$ 130 milhões menor do que estava programado. Então é necessário a gente se reorganizar. Vamos fazer isso estimulando o consumo e torcendo que a recessão pare e a economia retorne com rapidez”, afirmou.

O Governo quer, com a campanha, é voltar ao planejado para 2018. Para superar a crise, seria necessário um crescimento de dois dígitos. “Estávamos fazendo o nosso calculo em 2018 sobre um ano fraco que foi 2017. Então precisamos crescer mais. O controle das contas públicas está absoluto, estamos extremamente rigorosos no gasto com responsabilidade e sabendo escolher onde aplicar recursos, porque não há dinheiro para tudo”, explicou.

Pinho Moreira explicou que a campanha “Compre de SC” está recebendo apoio de todos os setores. “Eu fiquei muito empolgado e contente porque houve este entendimento. É aquilo que eu disse, uma geladeira produzida em Santa Catarina gera R$ 340 de impostos. Se comprarmos uma produzida em São Paulo vai gerar apenas R$ 100 de impostos e para nós é uma queda grande. Por isso, é necessário que o catarinense sempre escolha o nosso produto", esclareceu.