Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Câmara debate cursos à distância para motoristas habilitados

Deputado catarinense se posicionou contrário. Denatran tratou da possibilidade com empresas de tecnologia
Redação
Por Redação Brasília, DF, 28/08/2019 - 15:37Atualizado em 28/08/2019 - 15:40
Divulgação
Divulgação

Durante a Reunião Deliberativa da Comissão de Viação e Transportes da Câmara nesta quarta-feira, 28, o deputado federal Hélio Costa (Republicanos-SC) se manifestou contrário à ideia de cursos à distância para os motoristas habilitados. Na última segunda-feira, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) teve uma reunião com três empresas de tecnologia interessadas em aplicar estes cursos.

Para o parlamentar, a proposta não faz sentido. “O ensino à distância é muito bom, inclusive há universidade em Santa Catarina que são referência nisso. Agora formar um motorista pela internet é uma vergonha. E mais, são somente 3 empresas que estão tratando o assunto com o Denatran. É preciso investigar. Você forma um médico à distância, por exemplo? Os motoristas lidam com vidas e eu defendo que as aulas sigam de forma presencial.”

O Denatran promoveu na última segunda-feira, 26, uma reunião consultiva para debater os cursos na modalidade de Ensino a Distância (EaD). O órgão pretende implementar a medida junto aos motoristas, eliminando a forma presencial de aulas.