Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Bombeiro de Criciúma atua no incêndio na Serra do Tabuleiro

Equipe do 4º Batalhão foi chamada para ajudar a combater as chamas
Amanda Farias
Por Amanda Farias Criciúma, SC, 12/09/2019 - 09:36Atualizado em 12/09/2019 - 09:42
(Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense)
(Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense)

Cerca de mil hectares foram destruídos em um incêndio no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, que completou 48h na manhã desta quinta-feira, 12. O fogo destruiu grande parte desta que é a maior unidade de conservação de Santa Catarina. Depois do susto, o incêndio está sendo considerado controlado pelos bombeiros, que seguem monitorando a área. Um dos bombeiros que está ajudando nos trabalhos é o tenente Fáveri, do 4º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Criciúma, que junto com ele, foram deslocados ontem mais oito militares da equipe.

“Chegamos aqui e ainda tinha bastante fogo e por volta da meia-noite praticamente todos os focos tinham sido extintos. Durante a madrugada toda a gente fez um monitoramento, com o uso de drones com câmera térmica, para verificar o surgimento de novos focos. Alguns focos apareceram ainda durante a madrugada”, relata o tenente. Ele acrescenta que a equipe continua realizando o trabalho de monitoramento, verificando se o incêndio poderá ressurgir. 

Aproximadamente 100 pessoas estão trabalhando no combate às chamas, dentre elas bombeiros militares, policiais militares, policiais ambientais, além de voluntários. Foi necessário que muitas pessoas se unissem para esta causa, visto que a área é muito extensa e com difícil acesso. 

Ouça o podcast: